Cristina Ferreira fica sem resposta
A entrevista ao homem condenado por violar filhas, enteada e sogra

Nacional

O Programa da Cristina recebeu Pedro Ribeiro, um homem condenado por violar as duas filhas menores, a enteada e a sogra. Cristina Ferreira sentou-se à conversa com o convidado, mas ficou pouco esclarecida...

Ter, 25/06/2019 - 20:07

Cristina Ferreira, na manhã desta terça-feira, dia 25 de junho, esteve à conversa com Pedro Ribeiro, condenado no tribunal de primeira instância pela violação de duas filhas menores, uma enteada e a sogra, com quem manteve um caso extraconjugal. 

A apresentadora foi direta ao assunto e quis acalmar a curiosidade, mas ficou sem resposta. «Porque é que estas quatro pessoas o incriminaram se diz que não é verdade?». A resposta de Pedro Ribeiro, condenado pela violação de duas filhas menores, uma enteada e a sogra, não soube responder. «Não consigo explicar», disse, repetidamente, à apresentadora da SIC. 

Emigrante na Bélgica, recebeu a sentença, neste país, de sete anos de prisão. Foi-lhe permitido estar nos estúdios da SIC por ter sido «condenado no Tribunal de primeira instância», sendo «inocente até o trânsito em julgado». «Estou aqui hoje para limpar a minha imagem. Fui condenado e estou a recorrer», afirmou, assegurando que «nunca» abusou sexualmente de «ninguém».

«Todas elas [as alegadas vítimas] confirmaram essas violações e o discurso das quatro é coerente», contrapôs Cristina, insistindo na razão da condenação. «Não faço a mínima ideia», reafirmou, assumindo, ainda, que as acusações, feitas há quatro anos, o fizeram «rir». «Não estava à espera de tal calúnia».

 «Admito que tive uma relação com a minha sogra»

Pedro Ribeiro, de 41 anos, não quis adiantar detalhes sobre o caso. «O meu advogado nem queria que eu estivesse aqui. Vim só para dizer que estou inocente». Acabou por dizer que, desde há mais de três anos que não tem qualquer contacto com essas duas filhas, com a enteada e com a sogra, com quem manteve uma relação. «Admito que tive uma relação com a minha sogra quando era casada com a filha dela».

«Ela engravidou e eu acompanhei-a a fazer um aborto», contou. «Ela também tinha um namorado», acrescentou ainda, referindo que quando tudo aconteceu, Pedro «tinha 19 anos e ela tinha trinta a poucos».
 
«Vou lutar até ao último dia. Não vou fugir. Vou provar a minha inocência», terminou, deixando a promessa de regressar: se for considerado inocente, regressará a’ O Programa da Cristina.

Leia ainda: Cristina Ferreira revela segredo íntimo

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

Siga a Revista VIP no Instagram