Hugo Vieira
Volta a jogar e dedica dois golos à mulher

Nacional

Edina Carvalho morreu vítima de cancro

Qui, 19/02/2015 - 00:00

“Vou concretizar todos os sonhos da Edina. Nem que tenha que morrer em campo”, afirmou Hugo Vieira. O futebolista voltou a sorrir três semanas após a morte da mulher, Edina Carvalho, vítima de cancro. O jogador do Torpedo de Moscovo marcou os dois golos da vitória da sua equipa frente aos dinamarqueses do Aalborg, no jogo amigável, e também teve um desempenho decisivo no golo do triunfo frente ao forte rival russo CSKA, cumprindo assim a promessa que fez a Edina para não desistir da carreira. 

“Depois de a minha vida parecer terminar marquei dois golos. Estou a tentar descarregar esta raiva no relvado”, revelou à VIP o jogador do Torpedo após a vitória sobre o Aalborg.

 

“Não está fácil, mas estou tentar reagir”, disse o ex-jogador do Benfica assim que voltou aos relvados do Torpedo. E mostrou o enorme esforço que está a fazer logo no primeiro jogo amigável de pré-temporada na segunda fase do campeonato russo. Hugo foi o melhor jogador em campo e foi ele quem construiu a jogada que levou a bola até perto da baliza para que o seu colega marcasse o golo da vitória, por 2-1. Por breves momentos, a alegria deu lugar ao desgosto que vive. Emocionado, Hugo foi o primeiro a abraçar o autor do golo. 

 

Poucos dias depois, Hugo revelou uma enorme força de vencer as adversidades da vida e o adversário em campo, ao marcar os golos da vitória contra a equipa dinamarquesa. “E vou fazer isto sempre. Porque era o que ela queria e acho que ela me dá força”, diz o jogador, agora disposto a apostar a vida no futebol. “Adiei isto três anos pelo amor da minha vida. Mas agora vou jogar a triplicar, por ela”, afirma.

 

Aos 26 anos, Hugo Vieira tenta assim reagir à morte de Edina, porque ela lho pedia mesmo que morresse. A mulher com quem casou em segredo, em dezembro passado, morreu a 25 de janeiro, após três anos de luta contra um cancro, sempre com o futebolista a seu lado dando-lhe todo o apoio e amor. 

 

Emprestado pelo Benfica, Hugo Vieira optou mesmo por deixar o clube espanhol Gijón, regressando ao Gil Vicente, clube onde iniciou a carreira, para estar sempre em Barcelos, terra do casal, e assim poder acompanhar os tratamentos de Edina. Jogou ainda no Sporting de Braga, acabando por assinar contrato pelo Torpedo em setembro de 2014, numa altura em que a doença parecia ter dado tréguas.

 

O casal viveu uma relação de seis anos e tinha casamento pela Igreja marcado para o próximo dia 13 de junho. O cancro avançou agressivamente nos últimos meses e apenas lhes deu tempo para realizarem uma cerimónia civil sigilosa, cerca de um mês antes de Edina falecer, aos 31 anos, destruindo uma história de amor incondicional.  

 

Texto: MT; Fotos: DR 

Siga a Revista VIP no Instagram