Júlio Isidro
“Sou um marido em total exclusividade”

Famosos

JÚLIO ISIDRO aproveita o Dia do Pai para passar um dia em família com MARIANA e FRANCISCA
Sempre presente em todos os momentos do crescimento das filhas, Júlio Isidro desfrutou da companhia de Mariana e Francisca durante um rastreio à visão e falou à VIP sobre o seu novo papel de pai, agora que a filha mais velha, Inês, tem 40 anos.

Sex, 18/03/2011 - 00:00

 Sempre presente em todos os momentos do crescimento das filhas,Júlio Isidro desfrutou da companhia de Mariana e Francisca durante um rastreio à visão e falou à VIP sobre o seu novo papel de pai, agora que a filha mais velha, Inês, tem 40 anos. Com mais tempo para dedicar à família, o apresentador, que estreia dia 27 de Março o programa Inesquecível, admite também continuar muito apaixonado pela mulher, Sandra Barros, com quem casou em 1997.

VIP – Como correu o rastreio?
Júlio Isidro – Vêem muito bem, estão com olhos lindos e levaram uns óculos de sol da Hello Kitty para casa, portanto estão radiantes. Estas meninas são pintadas a cor-de-rosa, felizmente. E eu, com os óculos, até tenho mais de cem por cento de visão.

Está à espera de alguma surpresa para o Dia do Pai?
Sim, elas surpreendem-me sempre com belíssimos trabalhos manuais.

Há alguma coisa em especial que gostava muito de receber?
Gostava de receber um pijama! Eu tenho uma falta total de imaginação em termos de desejos materiais, portanto penso sempre em coisas muito práticas e agora que se aproxima a Primavera já vêm a calhar uns pijamas mais fresquinhos.

Que tipo de pai é? É um pai diferente daquele que foi há 40 anos, quando nasceu a Inês?
Sou um pai muito presente, há um convívio total. Há que aproveitar, porque elas crescem muito depressa. Eu vou dizer, como autêntica penitência, que penso que agora é que sou um pai. Já pedi muitas vezes desculpa à minha filha Inês por isso, mas aos 22 anos, a tentar fazer uma carreira, a deitar mão a tudo, não sobrava muito tempo. E agora tenho muito mais paciência.

É um marido diferente, também?
Sim, sou um marido em total exclusividade. Resistiria sempre a qualquer tentação de ser menos leal à minha mulher, vivo apaixonado. Criamos sistematicamente um ambiente de paixão, nunca adormecemos sem estarmos abraçados um bocadinho, a partilhar momentos bonitos.

Está rodeado de mulheres, não gostava de ter tido um rapaz?
Não sei, já estou tão habituado que às vezes quando estou com os meus dois netos até me sinto baralhado. São muito diferentes das meninas, há ali muita energia.

Aos 65 anos, depois de 50 de carreira, o que sente que lhe falta fazer?
Nós sonhamos muito. Eu gostava muito, com elas, de fazer uma viagem de autocaravana, é o sonho mais próximo. Em termos de profissão eu já fiz tanta coisa bem feita, que acho que é quase a realização total. O grande desejo teria sido fazer a Grande Gala dos 50 anos da minha carreira. Seria o Passeio dos Alegres que gostava de ter feito e não pude fazer.

Texto: Elizabete Agostinho; Fotos: Bruno Peres; Produção: Manuela Costa, Maquilhagem: Vanda Pimentel com produtos Maybelline e L'Oréal Professionnel

Siga a Revista VIP no Instagram