Silvio Berlusconi morreu aos 86 anos na sequência de complicações relacionada com a leucemia de que padecia o antigo primeiro-ministro italiano. O estado de saúde do controverso empresário complicou-se de tal modo que a família foi chamada de urgência ao hospital. Pouco tempo depois, chegava a notícia do falecimento de uma das figuras mais controversas dos últimos anos.

Leia ainda: Família de Britney Spears teme morte precoce da artista

No que à política diz respeito, Silvio Berlusconi foi primeiro-ministro italiano em três ocasiões distintas. Foi também presidente do AC Milan, um dos maiores clubes do país. Só que tudo isto quase é relegado para segundo plano devido a uma vida sentimental que tem tanto de atribulada como de escandalosa. O empresário foi casado em duas ocasiões e sempre foi visto como um homem que tinha especial encanto por mulheres mais novas.

Silvio Berlusconi foi primeiro-ministro italiano em três ocasiões

Leia ainda: Conheça os atores mais bem pagos da televisão

É certo que Berlusconi nunca foi homem de se importar com o que fazia e com o que era escrito sobre si. Ainda assim, há um momento bastante conturbado na vida do italiano. Falamos do caso Rubí, em que Berlusconi é acusado de ser o responsável por incitar à prostituição de menores. Verônica Lario chegou mesmo a acusar o então marido de ter relações sexuais com as menores a quem dava uma boa vida política. Condenado a sete anos de prisão, acabou por ser absolvido dos crimes de abuso de autoridade e prostituição de menores. Continue a ler este artigo no site da Maria.

Siga a Revista VIP no Instagram