O sorriso de Carla Matadinho está diferente e o brilho no seu olhar tem outra cor. São aquelas modificações que, dizem, acontecem às mulheres, após o nascimento do primeiro filho. No caso de Carla, foi o nascimento da primeira filha, Letícia, que completa dois anos de vida em julho. Depois de um período difícil junto de Paulo Sousa Costa – com a perda do filho deste, Paulinho, que faleceu há três anos vítima de uma leucemia rara –, o casal tem agora uma força maior para encarar a luta do dia- a-dia.

À VIP, Carla Matadinho fala das mudanças que Letícia provocou na sua família. Uma família que, agora, tem ainda mais sentido. Paralelamente, Carla Matadinho não descura o seu papel de mulher e empresária. Ao lado de Paulo Sousa Costa, com quem diz sentir-se casada, construiu a produtora Yellow Star Company, que tem levado o nome do teatro pelo País. Ao mesmo tempo, com a rubrica Mamã Cheguei, que passa semanalmente no programa Praça da Alegria, da RTP, Carla consegue partilhar aquilo que também ela está a aprender a fazer da melhor maneira: ser mãe.

VIP – Como está a correr a aventura?
Carla Matadinho –
Depois do parto a nossa vida nunca mais é a mesma! Nada é igual. O primeiro choro, a primeira fralda, o primeiro banho, a primeira sopa... a primeira filha! É indiscutível que a minha vida mudou para sempre. Perdemos infinitas horas de sono nos primeiros tempos e, agora, pensa-se sempre primeiro nela e só depois é que estamos nós! A vida muda para sempre, mas para muito melhor! Cada dia que passa, o amor, a cumplicidade e a nossa ligação cresce de uma forma maravilhosa. Ganhei o dobro em amor com o nascimento da minha filha. Ser mãe é só a melhor coisa do mundo (risos).

Olha para a Letícia e o que sente?
Sou uma felizarda por ter uma filha como a Letícia. Ela é uma menina muito atenta, inteligente e perspicaz. Está sempre a rir, é muito bem-disposta, muito meiga e muito querida. Um docinho.

Na vossa vida ainda existe espaço para fazerem planos ou, simplesmente, deixam acontecer?
Temos sempre projetos a decorrer. E, quando não há, criam-se (risos). A Yellow Star Company está a ter um ano cheio de trabalho e com projetos vencedores. Vamos em digressão com a comédia Boing-Boing e temos já uma peça nova na forja, que deverá estrear em julho.

Leia a entrevista completa na edição nº881 da revista VIP.

Texto: Micaela Neves; Fotos: José Manuel Marques; Produção: Manuel Medeiro;
Maquilhagem e Cabelos: Ana Coelho, com produtos Maybeline e L’Oréal Professionnel

Siga a Revista VIP no Instagram