Sandro Bernardo
Pai de Valentina brutalmente agredido na prisão

Nacional

Sandro Bernardo, o homem acusado de ter matado a filha Valentina em Peniche no ano passado, foi brutalmente agredido na Cadeia de Vale de Judeus, onde cumpre a pena de 25 anos de prisão

Sex, 24/09/2021 - 15:18

Sandro Bernardo, o homem acusado de ter matado a filha Valentina em Peniche no ano passado, foi brutalmente agredido na Cadeia de Vale de Judeus, Azambuja, onde cumpre a pena de 25 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver. 

De acordo com o Correio da Manhã, a agressão terá ocorrido após a transferência de Sandro Bernardo para outro pavilhão. Transferido nesta quarta-feira para o pavilhão B da prisão — até agora estava no pavilhão A, reservado a reclusos com direito a saídas precárias ou que estão prestes a obtê-las –, o progenitor da menina terá sido atacado com murros e pontapés, pouco após ter sido deixado na cela. Após ser socorrido pelos guardas, foi para a enfermaria do estabelecimento prisional.

Sandro Bernardo pede trancas na porta da cela

Desde então, Sandro Bernardo não mais terá saído da cela e solicitou à Cadeia de Vale de Judeus a colocação de trancas na porta da cela e é lá que faz as refeições, sem sair sequer para o recreio. Entretanto, um dos homens que atacou o recluso já foi identificado através do circuito de videovigilância e está a cumprir castigo no pavilhão disciplinar.

Ao mesmo jornal, os Serviços Prisionais não confirmaram o sucedido porque estão "legalmente obrigados a reserva quanto aos reclusos". Mas asseguraram que "que qualquer ato de indisciplina terá procedimento disciplinar e também criminal".

Recorde-se que também a madrasta de Valentina está a cumprir 18 anos de prisão em Tires por ter sido considerada cúmplice dos crimes contra a menina.

Texto: Tomás Cascão; Fotos: DR

Siga a Revista VIP no Instagram