PSP
Dá 40 euros a mãe que não tinha dinheiro

Nacional

Uma história viral que está a emocionar Portugal

Sex, 13/11/2015 - 09:39

Chama-se Alexandra Sousa e tentou colocar um sorriso no rosto de uma mãe que chorava. Cláudia, a cidadã portuguesa que foi ajudada pela agente, escreveu uma mensagem de agradecimento.

Fique a conhecer esta história que está a emocionar Portugal...

“Num momento particularmente triste da PSP, fica aqui um testemunho que nos faz continuar a acreditar que é possível. Obrigado Agente Alexandra Sousa por este momento... Um gesto e uma atitude que publicamente louvamos e que nos honra.

“O meu nome é Cláudia (...), sou uma cidadã portuguesa (...), e uma vez que fui interveniente numa situação com dois agentes da PSP que me deixou deveras sensibilizada e bem impressionada com a excelência e espírito de bem servir dos mesmos, quero portanto disso dar conhecimento (...).

No dia 5 de outubro, no centro comercial Allegro em Alfragide, por volta das 17h00, estivera numa loja a escolher roupa para o meu filho. Este estava bastante entusiasmado, por ser o início do ano letivo e ter essa necessidade. Com 10 anos adora assumir responsabilidades e sentir-se crescido, e por isso guardava o valor para fazer a compra que lhe tinha sido oferecido para esse fim. Todavia é ainda uma criança e perdeu os 40 euros que tinha recebido. 

Já na caixa, apercebe-se do facto e olhando para mim procura uma solução para o problema que o assolava. Infelizmente, e por força de alguns constrangimentos financeiros, não tinha como pagar do meu bolso nem relativizar a perda. Facto que nos deixou muito tristes e impotentes. Saímos da loja e dirigimo-nos para o parque de estacionamento do espaço comercial acima referido.

Neste local e quando estava prestes a entrar na minha viatura pessoal, não consegui conter a enorme frustração e tristeza em todo o contexto, que poderia ser simples, mas naquele dia, naquela fase da minha vida, teve uma dimensão gigante. Encostei-me ao carro e não contive lágrimas e uma sensação assombrosa de ter dado ao meu filho, uma criança, a responsabilidade de ter em suas mãos, o único valor que tínhamos para ele poder ir em melhores condições para a escola. Nesse estado, fui abordada pela agente Alexandra Sousa e seu colega da Esquadra de Queijas.

Questionaram-me acerca do porquê de tal estado de espírito, ao que eu de forma envergonhada e reservada não queria falar do sucedido. O meu filho acabou por dizer o que se passara, por ver a mãe tão transtornada e sentir a culpa do erro em ter perdido dinheiro, que de pouco, era imenso para nós esse dia. Algo que lamento até hoje não ter mantido a força, mas junto ao carro não consegui segurar a emoção.

A Agente Alexandra tentou várias vezes acalmar-me, eu disse-lhe para não se preocupar, tínhamos tentado encontrar o valor, mas em vão naturalmente, que não era uma necessidade primária e que apenas estava desolada por todo o contexto do momento e das dificuldades, que culminavam naquele momento. A agente diz-me que iria regressar ao interior do centro comercial, contactar as informações tentando verificar se os 40 euros haviam aparecido. Na sua ausência fiquei sempre acompanhada pelo seu colega, que tentou acalmar o meu estado. Poucos minutos depois, a agente regressa, dizendo que a minha vida iria melhorar, entregando-me da mão dela dinheiro correspondente ao que havíamos perdido, dizendo que quando e se pudesse o devolveria. 

Não queria aceitar, a situação era vulnerável demais para o que alguma vez tinha passado, mas após a sua insistência e sensibilidade, acabei por fazê-lo. A humanidade, a humildade da senhora polícia foi incrível. Na realidade, jamais pensei que um polícia me pudesse fazer aquilo. Era uma mãe a ajudar outra mãe. Pedi-lhe o número de telefone e o seu nome, para mais tarde poder devolver-lhe o valor. Ainda assim o fez não por interesse próprio, mas por lhe estar a pedir.

Pelo exposto, dou os parabéns a V. Exa pela qualidade do seu efetivo. Temos uma PSP moderna, sensível, composta por Homens e Mulheres que estão efetivamente ao serviço das populações que devotamente servem. Esse dia encontrei uma autoridade a fazer muito mais do que lhe era pedido, e isso revela uma qualidade e dignidade, que acredito, serem valores merecedores de reconhecimento.
 
Bem haja.”

Esta mensagem da mãe Cláudia foi publicada no Facebook da PSP portuguesa e já conta com mais de 35 mil “gostos”.

Partilhe com os seus amigos...

Texto: MDA; Fotos: D.R.

Siga a Revista VIP no Instagram