Princesa Diana
A inveja da irmã que teve um caso com o príncipe Carlos

Realeza

As duas irmãs mais velhas da princesa Diana voltaram às luzes da ribalta após o batizado de Archie. Recordamos a história de inveja e preocupação que marcava a relação de Lady Sarah McCorquodale e Baronesa Jane Fellowes com a mãe de William e Harry.

Qua, 10/07/2019 - 11:14

As irmãs da princesa Diana, Lady Sarah McCorquodale e Baronesa Jane Fellowes, voltaram a ser notícia após surgirem em grande destaque numa das fotos oficiais do batizado de Archie, filho de Harry e Meghan

O jornal britânico Express recupera uma história, ao estilo do conto Cinderela, que marca o início da vida mediática da princesa do Povo. Lady Sarah McCorquodale e Baronesa Jane Fellowes reagiram com inveja e preocupação à nova fama da irmã, Lady Di, quando o relacionamento com o príncipe Carlos se tornou público, na década de 80.

Na obra «Diana: a verdadeira história – pelas suas próprias palavras», Andrew Morton, especialista em realeza, escreve que as irmãs mais velhas de Lady Di tiveram de se adaptar  ao protagonismo da irmã. 

A inveja

Lady Sarah foi quem mais se manifestou. A Lady Spencer, que até então era o centro das atenções da família Spencer, devido a várias polémicas que a envolviam, como o facto de beber muito e de ter tido anorexia, teve de abrir caminho para a irmã mais nova e deixá-la brilhar. 

 «Apesar de estar feliz pela irmã mais nova, Sarah admitiu estar com inveja da nova fama de Diana» escreve Andrew Morton. 

A irmã mais velha tinha tido um caso com o príncipe Carlos e, apesar de sempre ter apoiado a união da Lady Di com o ex-namorado, é provável que esta inveja também fosse impulsionada pelo facto de o relacionamento com o filho da rainha Isabel II não ter resultado. Podia ser Lady Sarah a estar no meio dos holofotes, a tornar-se princesa de Gales e, em vez disso, era a irmã mais nova quem tinha essa «sorte».

Lady Spencer demorou algum tempo a mentalizar-se de que passaria a ser «a irmã da princesa Diana».

A preocupação

Já a irmã do meio, Baronesa Jane Fellowes, «compartilhava a euforia da noiva, mas não podia deixar de se preocupar sobre como Diana lidaria com a vida na realeza». 

Lady Jane estava preocupada com a irmã e tinha receio que Lady Di não aguentasse a pressão dos holofotes. Diana, recorde-se, veio a morrer num aparatoso acidente de viação durante uma perseguição de paparazzi.

Lady Jane sempre foi muito próxima de Diana e procurava sempre protegê-la. Quando a relação da irmã mais nova com o príncipe de Gales se tornou pública, a baronesa Fellowes viu a situação a fugir do seu alcance e entendeu que não poderia proteger a irmã de tudo aquilo a que esta estava agora exposta.

O casamento «conto de fadas»

Carlos e Diana casaram no dia 29 de julho de de 1981, na Catedral de São Paulo, em Inglaterra. O casamento real foi «um conto de fadas» e alcançou uma audiência de 750 milhões de pessoas. 

Os príncipes de Gales acabaram por se separar pouco mais de uma década depois, em 1996, um ano antes do trágico acidente em Paris que tirou a vida a Lady Di.

Lady Sarah é presidente do Fundo Memorial de Diana desde a fundação, em 1997. Já Lady Jane não fala ao público desde a morte da irmã. Há rumores de que a relação entre ambas estava tremida desde a separação de Diana com o príncipe Carlos e que Lady Jane se culpabiliza por nunca ter feito as pazes com a irmã.

Texto: Redação Win/Conteúdos Digitais; Fotos: Reuters

Siga a Revista VIP no Instagram