São manequins e apaixonados pela moda. Conheceram-se num trabalho em Cabo Verde e surgiu a paixão que agora os une. Acabaram por casar, têm uma filha, Laura, de cinco anos, e estão prestes a ser pais pela segunda vez. A poucos meses do nascimento de Benedita, Rita Rodrigues e Gonçalo Athias, que recentemente brilhou na Semana de Moda de Madrid, confessam à VIP que os momentos a dois são muito importantes para alimentar a paixão.

 

VIP – Está grávida de sete meses. Como tem corrido a gravidez?

Rita Rodrigues – Tenho vivido esta gravidez de uma forma mais descontraída do que a primeira. Como já sei com o que contar, sinto que é tudo mais natural.

 

O facto de ser a segunda gravidez faz com que se aproveite mais cada momento? 

RR – Sem dúvida. A primeira gravidez foi a total descoberta de um admirável mundo novo. Obviamente que não há duas gravidezes iguais, mas a maneira como encaro esta acaba por ser muito mais tranquila porque relativizo muita coisa.

 

Vão ser pais de uma menina. Já escolheram o nome?

Gonçalo Athias – Vai chamar-se Benedita.

Em casa já está tudo preparado para a chegada de mais um membro da família?

RR – Já está quase tudo. Como é a segunda filha, as surpresas são menores e os timings já estão afinados por causa da primeira. Por isso, está tudo controlado. O facto de ser outra vez uma menina, faz com que tudo seja um pouco mais fácil, pois não existe necessidade de comprar muita coisa.

 

Como é a Rita como grávida? Existem desejos que o obriguem a sair de casa a meio da noite para comprar algo? 

GA – Nesse aspeto, a Rita é muito tranquila! Não me lembro de ter de ir numa busca titânica por algo que não tivéssemos em casa. 

 

A vossa filha tem cinco anos. Como é que está a lidar com a gravidez? Existem ciúmes? 

RR – A Laura está a adorar a gravidez e está muito desejosa de conhecer a irmã. Acreditamos que os ciúmes possam surgir depois, mas cabe a nós pais “trazer” a Laura para todos os momentos da vida da irmã, como peça essencial da família. É uma coisa que temos muito nossa, que é o facto de nos sentirmos como um só. Estamos juntos em todos os processos e todos os momentos, sempre com a Laura bem presente. Cada um tem o seu papel e são todos essenciais, a todos os níveis e com o mesmo grau de importância.

 

Dois é um número perfeito ou podem vir a ter mais filhos? 

RR – O Gonçalo tem uma irmã, mas eu sou filha única e sempre desejei ter uma irmã ou irmão. Por isso, sempre ficou assente entre nós que era importante a Laura não ser filha única. Óbvio que não nos importaríamos de ter mais filhos, mas acho que vamos ficar por aqui.

 

São casados. Que balanço fazem do casamento? 

GA – O casamento é uma extensão daquilo que nos une. Nunca foi visto por nós como o desfecho inevitável da nossa relação, mas sim como etapa de uma vida a dois, que passou a três e, muito em breve, a quatro.

Sendo ambos manequins, acabou por ser esse mundo que vos juntou. Não é muito comum encontrar casais de manequins com relações longas. Qual é o segredo do sucesso da vossa relação? 

GA – Não existe segredo. Ou melhor, o segredo está no facto de sermos peças de um puzzle. As coisas encaixam e tudo é natural. Somos pessoas diferentes, com gostos diferentes, com feitios diferentes, mas essas diferenças preenchem as lacunas de um e de outro.

 

Leia a entrevista completa na edição número 919 da VIP. 

 

Texto: Bruno Seruca; Fotos: José Manuel Marques; Produção: Manuel Medeiro; Maquilhagem e cabelos: Vanda Pimentel com produtos Maybeline e L´Oréal Professionnel

Siga a Revista VIP no Instagram