Preservativo Feminino:
Todas as respostas às principais perguntas: Como se usa? É eficaz?

Saúde e Beleza

O preservativo feminino é pouco conhecido e por isso levanta várias questões. Leia o artigo e saiba as respostas

Seg, 14/10/2019 - 22:00

O preservativo feminino não goza da “fama” do seu semelhante, mas é igualmente eficaz e seguro. Protege contra as doenças sexualmente transmissíveis e é um método contracetivo que depende em exclusivo da mulher. Um dos motivos para que não seja tão popular é muito provavelmente o facto de não ser tão mediatizado. Muitas vezes por falta de informação, os casais acabam por optar pelo método mais tradicional. Tendo isso em conta, decidimos desmistificar um pouco de tudo sobre o preservativo feminino.


O preservativo feminino tem a forma de um tubo e é feito à base de nitrilo, uma substância semelhante ao látex do preservativo masculino. Tem um anel em cada uma das suas extremidades. É usado no interior da vagina e pode ser inserido até oito horas antes do ato sexual. 

Não deve usar o preservativo masculino e feminino em simultâneo

Ainda que sejam algo semelhantes e possa parecer ainda mais seguro, não deve usar o preservativo masculino e feminino em conjunto. Isto porque o atrito causado pelos dois pode originar o rompimento de um dos dois. Falando em segurança, e como dito anteriormente, o preservativo feminino protege contra as doenças sexualmente transmissíveis. Já no que diz respeito a evitar uma gravidez, é considerado um método seguro.


Conhecendo um pouco mais sobre este método contracetivo. Talvez se questione pela forma mais correta de utilizá-lo. Explicamos passo a passo, com informação divulgada pela Associação para o Planeamento da Família, no site da Sapo.

Como se utiliza o preservativo feminino? 


Continue a ler este artigo aqui  

Siga a Revista VIP no Instagram