Oprah Winfrey
Uma vida repleta de batalhas, que é uma inspiração

Internacional

A coach Cristina Rodrigues assina um artigo de opinião sobre Oprah Winfrey, a apresentadora norte-americana que enfrentou as mais duras batalhas até se tornar numa das mulheres mais poderosas

Qua, 10/07/2019 - 07:00

Artigo de opinião 

Por Cristina Rodrigues – coach 


Tu és Poderosa! 

Filha indesejada de uma relação pontual entre adolescentes; origens pobres; criada numa quinta rural com a avó materna  - cuja maior ambição para Oprah era tornar-se uma serviçal numa família que a tratasse bem; desterrada para viver com a mãe aos seis anos num ghetto perigoso; vítima de abuso sexual, emocional e psicológico durante vários anos, do qual acabou por engravidar aos 13 anos; o filho secreto, que esconde por medo e culpa, nasce prematuro e morre pouco depois; quase é internada numa instituição para raparigas problemáticas; mulher num país machista; negra num país racista...

Aprende a ler e escrever aos dois anos e meio com a avó; altura do primeiro recital público na igreja; entretém-se a dar palestras aos animais da quinta em criança; após o período tenebroso com a mãe, vai viver com o pai - o qual diz ter salvo a sua vida! Com estabilidade, segurança e disciplina, volta a seguir o seu talento: falar em público. Altura em que toma consciência que quer um emprego em que seja paga para falar!

Ela diz: conhece-te a ti mesma, a tua verdade. Quem és e o que queres. Escolhe sempre fazer a coisa certa, mesmo quando outros discordam. Sê uma força para o bem, acredita num futuro melhor e deseja-o com fervor; proporciona valor naquilo que fazes e irradia positividade em teu redor.


Seguindo estes princípios e a sua paixão, consegue um programa de TV próprio em que faz aquilo que adora todos os dias. Derivado da sua experiência de vida, escolhe facilitar conversas profundas e abertas sobre os mais variados temas, com o propósito de trazer mais compreensão e empatia ao mundo. Mais tarde virá a tornar-se uma das mulheres mais influentes, reconhecidas e bem pagas no mundo.

Que “cartas” te foram dadas? Como as estás a usar? 
 

Que vida escolhes criar para ti? 
 

Texto: Cristina Rodrigues; Fotos: Reuters  

Siga a Revista VIP no Instagram