Dupla Do Verão Total
Obrigada a separar-se

Nacional

Tânia Ribas de Oliveira e Francisco Mendes despedem-se do programa que os juntou e aguardam o que o futuro da RTP lhes reserva

Qua, 12/09/2012 - 00:00

Com o fim do do programa Verão Total, a dupla de apresentadores segue agora caminhos diferentes. Se para Francisco Mendes se avizinham as merecidas férias depois de uma maratona de “cerca de sete mil e quinhentos quilómetros” de norte a sul do país, para Tânia Ribas de Oliveira o fim do programa marca o regresso ao trabalho, pelo menos até ao nascimento do primeiro filho. “Entrei agora no terceiro trimestre o Tomás irá nascer perto do Natal, mas quero conseguir trabalhar até ao fim. Quando não conseguir, não faz sentido”, disse a apresentadora na pausa para ao almoço na cidade de Évora, palco de uma das últimas emissões. Pelo quinto ano consecutivo a apresentar o Verão Total, o balanço de pré-mamã não podia ser melhor, “É sempre um prazer! É muito bom estar na rua junto das pessoas que nos veem durante o ano todo na televisão e ouvir o que elas têm para dizer. Agora em particular por estar a atravessar um momento muito especial, as pessoas dizem-me tudo, desejam-me felicidades, perguntam pelo neto e eu acho tudo isso muito bonito! Mas é muito cansativo, especialmente agora que está muito calor. São seis horas em direto, muitos quilómetros”. Francisco Mendes, também fez um balanço muito positivo e, tal como a colega, destaca o contacto com as pessoas o melhor deste tour pelo país, “Foi uma experiencia muito boa e termino com o sentimento de dever cumprido! O carinho das pessoas é imenso, veem-me como o filho ou irmão, mas também é importante ressalvar o papel que os meus pais tiveram, porque me abriram caminho. Falam-me muito na minha mãe, no meu pai, no meu avô, que foi médico pediatra. Carrego uma herança que me orgulha e honra, e por isso também tenho este dever de ir ao contacto das pessoas”. E de facto o calor alentejano não foi o único que se sentiu durante este dia de Verão Total em Évora. O calor do contacto com as pessoas e do carinho com os apresentadores foi notório ao longo das seis horas de direto, com direito a beijinhos, fotografias e autógrafos quando a emissão ia para intervalo.

Futuro do serviço público de televisão
Com a privatização da RTP e demissão do conselho de administração do canal estatal na ordem do dia, bem como a nomeação de um novo administrador, os dois apresentadores mostraram-se na expectativa quanto ao futuro da televisão onde trabalham. “Acho que o enquadramento que temos, nos leva a mudar a equação. Se há três ou quatro anos se olhava muito para o que ia acontecer, a crise leva-nos a sermos mais espirituais e a não fazer muitas conjeturas porque não se sabe. Portanto, vamos vivendo o dia-a-dia”, afirma Francisco Mendes. Tânia Ribas de Oliveira, por seu turno, não escondeu a tristeza quando o assunto é a possibilidade da privatização do serviço público de televisão: “Se acontecer o que está previsto ficarei muito triste. Não só pelas pessoas que trabalham na RTP, onde me incluo, mas essencialmente pelo país! O país já perdeu tanta coisa que merecia continuar a ter uma televisão pública. É um tema muito difícil, claro que é preciso mudar coisas, mas isto foi uma surpresa que ninguém estava à espera, porque o trabalho na RTP estava a correr bem”.

A terminar a pausa de almoço, e antes de darem inicio à segunda parte do Verão Total, na cidade de Évora, a dupla falou ainda um pouco dos projetos fora da televisão. O de Tânia chama-se Tomás - “um amor enorme literalmente a crescer dentro de mim e que está quase a nascer” - e o do apresentador trata-se de uma taberna tipicamente portuguesa, A Tasca de Chico, “que vai percorrer uma série de feiras”.

Texto: Carla Simone Costa; Fotos: Filipe Brito

Siga a Revista VIP no Instagram