O caso de Julen está a chocar o mundo
Que acompanhamento devem ter os pais num momento como este

Nacional

Uma psicóloga clínica e psicoterapeuta de crianças, adolescentes e adultos, explica

Sex, 18/01/2019 - 15:30

Julen, o menino de dois anos que caiu num poço em Málaga, Espanha, ainda não foi resgatado e as hipóteses de estar vivo são cada vez mais escassas. O site Crescer falou com uma psicóloga para saber como se acompanha os pais neste momento, em que o sentimento de culpa não desvanece.

Segundo Joana Monteiro, psicóloga clínica e psicoterapeuta de crianças, adolescentes e adultos, a intervenção dos psicólogos em situações de crise ou catástrofe é fundamental, desde o primeiro momento, pois asseguram os cuidados psicológicos às vítimas e familiares. «Prestam o que se chama de “primeiros socorros psicológicos” que visam procurar ajudar as vítimas a lidar do ponto de vista emocional com o que está a acontecer, restaurar o nível funcional e prevenir a exacerbação de sintomatologia psicológica. Prestam ainda um importante apoio na articulação com as equipas de emergência e outros profissionais orientando e auxiliando na forma como vão sendo comunicadas as informações à família»... leia aqui o artigo na íntegra.

Fotos: D.R. 

Siga a Revista VIP no Instagram