Nuno Markl
Responde à letra a Miguel Sousa Tavares sobre o regresso das touradas

Nacional

Miguel Sousa Tavares considera uma «incoerência total» o retomar de todas as atividades culturais, com a exceção da tauromaquia.

Ter, 02/06/2020 - 19:00

«Incoerência total». É desta forma que Miguel Sousa Tavares define algumas medidas de desconfinamento levadas a cabo pelo Governo, entre as quais o facto de, desde 1 de junho, poderem ser retomadas todas as atividades e espetáculos culturais, com a exceção da tauromaquia.

Uma opinião partilhada na edição desta segunda-feira do Jornal das 8, de que é editor, no mesmo dia em que aproximadamente uma centena de artistas tauromáquicos se concentraram à entrada do Campo Pequeno, em Lisboa, numa manifestação contra a não reabertura dos espetáculos tauromáquicos. O protesto começou pelas 18 horas e terminou três horas depois, antes mesmo de ter arrancado, naquela mesma arena, o primeiro de dois espetáculos do projeto Deixem o Pimba em Paz, de Bruno Nogueira e Manuela Azevedo.

«Eu não entendo como é que hoje [segunda-feira] e amanhã [terça-feira] vai haver um concerto para duas mil e tal pessoas e não pode haver uma tourada. É um espetáculo igual. Como é que, mantendo as distâncias, pode haver um concerto e não pode haver uma espetáculo que é uma tourada que se passa na arena? Não consigo perceber», afirmou Miguel Sousa Tavares no noticiário da TVI.

Para o comentador, «só há uma justificação» para tal facto: «a perseguição às touradas continua». «Não há mais nenhuma razão. É puramente ideologia, mais nada», sublinhou.

Miguel Sousa Tavares arrasado nas redes sociais

A opinião de Miguel Sousa Tavares não caiu bem a muitos espectadores da estação de Queluz de Baixo, que criticaram nas redes sociais, nomeadamente no Twitter, as declarações do jornalista.

«Mas o Miguel Sousa Tavares ainda está na TV porque…? As touradas estão a ser perseguidas da mesma forma que ele é um bom comentador», «Ontem Miguel Sousa Tavares voltou com a lenga-lenga das touradas serem cultura. Isto a propósito do espectáculo no Campo Pequeno do Bruno Nogueira. Tudo o que proporcionar, sofrimento e sangue não engrandece um país, simplesmente amesquinha os mais fracos. Que besta quadrada!», «Eu não suporto o Miguel Sousa Tavares, o homem acabou de dizer que não percebe o porquê de abrirem o campo pequeno para concertos e para touradas não», «O Miguel Sousa Tavares calado era poeta. Ele diz que é contraditório serem permitidos concertos e não serem permitidas touradas. Eu também acho contraditório existir uma lei que condena os maus tratos a animais e ainda existirem touradas», «Miguel Sousa Tavares, por favor não comparares um concerto a uma tourada, porque não são coisas comparáveis. Entendo a lógica da distância social e tal, mas não touradas não é cultura», «Nós no meio de uma reabertura por causa da pandemia e o que Miguel Sousa Tavares tem a dizer em primeiro lugar é que há uma perseguição às touradas», pode ler-se.

«Aficionados, podem começar a insultar-me»

Já na manhã desta segunda-feira, mas no Instagram, Nuno Markl tornou-se em mais uma voz ativa nas críticas ao também escritor. «Mantendo as distâncias, acho ótimo, logo a começar pela distância entre o toureiro e o touro… (eu sei, eu sei, aficionados, podem começar a insultar-me. Eu não levo a mal e já faz parte da nossa dinâmica, não é?)», começou por escrever o humorista.

De seguida, pediu «calma» a Miguel Sousa Tavares. E acrescentou: «De certeza que o sangue já volta a correr. Mas, depois destes meses, não é egoísta querer que uma tradição que é só para alguns se sobreponha a uma arte que é para todos?». No final, uma palavra para os dinamizadores do projeto que esgotou em 11 minutos o espetáculo desta segunda-feira no Campo Pequeno. «Viva a Música, viva a Comédia e viva a querida equipa do Deixem o Pimba em Paz. Desta vez não pude estar presente, mas tenho grande orgulho em que tenham sido eles a recomeçar a vida dos espetáculos», rematou.

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

VEJA AINDA: Equipa das manhãs da Rádio Comercial vai trabalhar de fato de banho... e Nuno Markl é o mais elogiado!

Leia a VIP sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção, mas mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador. . . .

Eis os passos a seguir:

 

1 - Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 - Escolha a sua revista

3 - Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 - Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 - Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 - Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

 

Siga a Revista VIP no Instagram