Luciana Abreu
“No Natal já não sinto tristeza”

Nacional

Luciana vive em pleno a época natalícia na companhia de Lyonce e Lyannii

Sex, 28/11/2014 - 00:00

Sem mãos a medir para conseguir fazer face ao muito trabalho que tem nesta altura. Mas isso não incomoda Luciana Abreu, bem pelo contrário: significa que o seu talento é reconhecido e é assim que ela gosta de se sentir, solicitada em áreas de atividade tão distintas como a representação, as campanhas publicitárias ou a apresentação de programas. Entre a presença no programa Grande Tarde, ao lado de João Baião e Andreia Rodrigues, a gravação do seu novo disco, as campanhas publicitárias, e agora o novo projeto de Natal, O Musical do Gui, a artista tem conciliado as várias áreas do seu trabalho com grande profissionalismo. “Não tenho tido descanso, mas estou feliz a trabalhar. Agora que tenho duas filhas, penso no futuro delas e no que tenho obrigatoriamente de lhes proporcionar. Quem corre por gosto não cansa e é bom viver assim! Sinto-me muito feliz”, confessou à VIP.

Reconhecendo que está a viver o auge da sua carreira, Luciana Abreu revela que já foi obrigada a recusar trabalhos, pois há uma prioridade na sua vida de que não prescinde: as filhas, Lyonce e Lyannii, de três e dois anos. “Não me lembro de ter tido antes um momento profissional tão bom como o que estou a viver atualmente. Tenho até que recusar trabalhos, porque já tenho muita coisa. E também tenho de ter sempre tempo para as minhas filhas. Isso é essencial”, garante a multifacetada artista.

Numa rápida deslocação que fez recentemente ao Porto, Luciana Abreu fotografou num só dia três campanhas publicitárias. A cantora vai ser a cara da Clínica Luso Espanhola, a imagem de uma nova marca de roupa e ainda de uma Clínica Dentária. “Fico feliz pelo facto de a minha imagem fazer com que estas empresas tenham um bom retorno. Sinto-me mais confiante nesta altura da minha vida e penso que, por isso, estou a ser mais requisitada”, referiu, visivelmente satisfeita.

Musical para crianças
A participação no musical do Fórum Sintra, que vai realizar-se todos os sábados até janeiro do próximo ano, é um projeto que deixa Luciana Abreu bastante realizada, pois se, por um lado, está a fazer o que mais gosta – que é cantar –, por outro, fá-lo para o seu público preferido: o infantil. “O musical é muito engraçado! Estou a adorar porque é feito para crianças. Estou doida para que as minhas filhas possam ir ver-me. Adoro o Natal e este espetáculo tem um sabor especial”, garante, com os olhos a brilhar.

Natal de hoje e de outros tempos
Embora atualmente a atriz vibre com a época natalícia, tempos houve em que isso não acontecia. Na infância de Luciana Abreu, a magia desta época era manchada pela instabilidade emocional que a vida familiar lhe causava. “Dava muito valor ao Natal, sempre dei, mas, como não tinha uma família estável, não gostava tanto. Hoje, vivo o Natal à minha maneira porque criei a minha família. No Natal já não sinto tristeza. Tenho a alegria das minhas filhas. A tristeza que existiu em tempos já não existe, pois foi substituída com a alegria e a presença das minhas filhas”, revela.

Embora ainda falte cerca de um mês para o dia de Natal, Luciana garante que, no início de novembro, já tinha feito a árvore e decorado a casa com todos os enfeites característicos da época. “Já fiz a minha árvore e tenho a porta da rua e a casa cheia de enfeites de Natal. Sempre gostei de proporcionar bem-estar e alegria e faço isto tudo só para ver as minhas filhas felizes”.

As prendas são compradas sempre perto da data, nunca antes. “Não sou muito consumista e só dou às minhas filhas o que lhes faz falta. Faço também com que a minha filha mais velha selecione brinquedos com que já não brinca para dar aos meninos que não têm nada e que estão numa instituição. Quero incutir nelas a partilha, porque elas têm muita coisa”.

A ceia de Natal é passada com a família mais próxima, mas nunca em casa da artista. “Passo a noite de Natal com o ‘clã Abreu’ em casa dos padrinhos da minha filha mais nova, e é uma algazarra. O padrinho dela veste-se de Pai Natal e é só alegria e risos com as crianças”, revela.

Em jeito de mensagem de Natal para os leitores da VIP, Luciana Abreu quis relembrar aquela que tem sido uma máxima na sua vida. “Não podemos deixar a esperança morrer; se ela morrer, então morre tudo. Não devemos ficar parados, temos sempre de procurar as boas energias e trazê-las até nós”.

Texto: Ana Mendes; Fotos: Filipe Brito

Siga a Revista VIP no Instagram