Dina Aguiar
"Não sei viver sem ser em amor"

Famosos

Fã de agricultura, Dina Aguiar deixou-se fotografar na sua horta urbana, onde cultiva alguns produtos

Sex, 04/07/2014 - 00:00

Depois de 36 anos como jornalista na RTP, Dina Aguiar ainda sente que tem muito para dar à estação pública. Além do jornalismo, é fã de Natureza, cuida de uma horta urbana, é uma pintora reconhecida, integra uma organização não governamental, é mãe e avó. À conversa com a VIP, a pivô de Portugal em Direto confessou que não rejeita novos e desafios e que a idade a ajudou a gostar mais de si própria. Hoje, “viver em amor e ser feliz” é o seu principal objetivo.

VIP – O jornalismo é um sonho de criança?
Dina Aguiar –
Não. Foi simplesmente uma das boas surpresas da vida. Foi o jornalismo que me escolheu a mim. Ou seja, quando eu procurava continuar a trabalhar na rádio depois do encerramento da Rádio Estudantil/Rádio Universidade, foi-me lançado o desafio de integrar a equipa da Informação 2, em 1978. Desde então, já conta com mais de 30 anos na RTP.

Passado todo esse tempo, ainda faz balanços de carreira?
36 anos, para ser mais precisa. Não faço balanços, nem nunca gostei de fazer. Sou muito do “aqui e agora”. O passado vale o que vale e o futuro é uma verdadeira incógnita. Hoje sou, de facto, uma pessoa resolvida, porque aprendi a viver o presente e isso faz com que eu aproveite bem as oportunidades que a vida me dá em cada momento.

Orgulha-se do seu percurso?
Estou satisfeita com o meu percurso, pois se me realizo em cada momento, não há nada na minha vida a lamentar. No regrets, antes pelo contrário.

Trabalhar com a imagem obriga-a a ter mais cuidados. No dia-a-dia é uma mulher vaidosa?
A exposição pública obriga a cuidados suplementares em relação à nossa imagem, mas não sou uma mulher vaidosa. Gosto de mim. Aceito-me como sou, com os meus defeitos e qualidades.

O passar dos anos afetou a sua autoestima?
Não afetou, pelo contrário, melhorou. Sobretudo porque tive e tenho o bom senso de trabalhar mais o meu lado espiritual e de perceber o meu papel neste mundo.

Não sei se atualmente vive uma relação, mas queria perguntar-lhe que lugar ocupa o amor na sua vida?
O amor é fundamental à vida. Não sei viver sem ser em amor.

Ainda tem sonhos por realizar?
Enquanto estiver nesta viagem terrena, estou disponível para concretizar tudo aquilo que a vida me der para viver e que possa ser entendido como uma experiência de sonho.

O que mais defende na vida?
Integridade e respeito pelo ser humano e pela Natureza e, acima de tudo, por mim própria… Viver em amor e ser feliz.

Texto: Laura Ribeiro Santos; Fotos: Bruno Peres; Produção: Manuel Medeiro;
Maquilhagem e cabelos: Vanda Pimentel com produtos Maybelline e L’Oréal Professionnel

Siga a Revista VIP no Instagram