Diana Bouça-nova
"Não quero ser 'fast food' televisivo"

Famosos

Diana Bouça-Nova já anda pela Cidade do Rock dando a conhecer ao público todos os detalhes que envolvem a preparação do Rock in Rio-Lisboa

Sex, 09/05/2014 - 00:00

A menos de um mês para o arranque do Rock in Rio-Lisboa, Diana Bouça-Nova dá a conhecer ao público todos os detalhes que envolvem a preparação deste grande evento de música através dos programas que antecedem o festival e que a SIC está a transmitir no canal generalista e nos temáticos.

Paralelamente, a apresentadora é também o rosto do programa Fair Play, da Bola TV, e apesar de não ser doida por futebol, como faz questão de vincar, é com uma pontinha de orgulho que se revela fã do Rio Ave, a equipa da sua terra: Vila do Conde. Aos 28 anos, vive uma relação estável e serena, de quase dez anos, ao lado do economista Francisco Coelho Lima. Mesmo já sentindo-se casada, Diana Bouça-Nova não esconde que gostava de contrair matrimónio.

VIP – Já começa a ser habitual vermos a Diana a fazer reportagens nos festivais de música e, entretanto, já arrancou com os programas que antecedem a abertura do Rock in Rio-Lisboa para a SIC. Como estão a correr?
Diana Bouça-Nova – Já faço festivais desde 2009, como apresentadora e repórter. Estão a correr muito bem. O ano passado tive o convite da SIC para fazer estes programas que antecedem o evento e este ano de novo, mas com o desafio acrescido de coordenar, criar o conceito e editar. Mostrar todos os detalhes que envolvem a preparação deste grande evento é o objetivo dos programas.

Houve alguma curiosidade que a tenha deixado particularmente impressionada?
O Rock in Rio é um evento que conheço muito bem. É já a terceira edição que estou a trabalhar nele. Fascina-me todo o projeto social do evento. Depois, também é curioso saber que o Palco Mundo pesa 400 toneladas ou que foram vendidas 90 mil garrafas de água no primeiro dia do evento, em 2004.

Ao longo do tempo tem mudado também a sua imagem, adotando um estilo mais sofisticado. A que se deve esta mudança?
Acho que tem tudo a ver com o facto de também eu ter vindo a crescer. Tenho cara de miúda, mas tenho 28 anos e o meu estilo vai, naturalmente, mudando. Gosto cada vez mais de peças clássicas e intemporais.

É uma mulher vaidosa?
O suficiente. Acho importante uma mulher cuidar- se, sentir-se e mostrar-se bonita. Sem exagero, claro. Tanto gosto de me arranjar para uma festa, como saio diariamente sem maquilhagem, de ténis e jeans rasgados.

Que cuidados tem com a sua imagem?
Os habituais. Bebo muita água, tenho algum cuidado com a alimentação e faço exercício físico. Acima de tudo, estou de bem com a vida e isso reflete-se. Sou uma pessoa muito bem-disposta.

Leia a entrevista completa na edição número 877 da revista VIP

Texto: Helena Magna Costa; Fotos: Luís Baltazar; Produção: Zita Lopes

Siga a Revista VIP no Instagram