Raquel Strada
“Não é fácil arranjar tempo para namorar, porque trabalho muito”

Famosos

Pedido de casamento
foi feito na romântica ilha
de Santorini, na Grécia

Sex, 29/08/2014 - 00:00

Raquel Strada foi surpreendida com um pedido de casamento durante umas férias românticas com a sua cara metade, Joaquim Fernandes, na idílica ilha de Santorini, na Grécia. O momento foi partilhado nas redes sociais pela apresentadora, que mostrou o seu anel de noivado ao lado do seu futuro marido. “Porque faz sentido partilhar a felicidade. Amo-te muito e vou cuidar de ti para sempre”, escreveu Raquel Strada na legenda da foto.

A apresentadora, de 31 anos, e Joaquim Fernandes, de 32, namoram há menos de um ano. Antes de partir de férias, o rosto da SIC esteve à conversa com a nossa revista por ocasião das gravações da nova campanha publicitária do novo Ice Tea Luso, que se realizaram na Mata do Buçaco.

VIP - É embaixadora do primeiro ice tea português. Como se sente?
Raquel Strada -
Muito feliz. Ainda por cima, é um produto com o qual me identifico. Não tenho por hábito aceitar campanhas em que não acredito. É natural, mas tem uma componente divertida, digamos assim... Com as suas cores e sabores novos. Posso ter a minha bebida saudável, mas sem nunca perder o sabor.

Este ice tea, ainda por cima, tem a chancela da Luso, uma marca portuguesa de referência. É adepta do que “é nacional é bom”? Em quê, por exemplo?
Claro que sim. Acho que o produto nacional é um produto de excelência. Há já alguns anos que sou apresentadora da Moda Lisboa, por exemplo. É um evento que promove a qualidade e criatividade de vários criadores portugueses. Por isso, ser rosto de uma campanha onde promovemos a qualidade das nossas águas e, ainda por cima, estamos a lançar um produto inovador, para mim, faz todo o sentido. E é coerente com os trabalhos que tenho aceitado até agora.

É fácil arranjar tempo para namorar, sendo uma cara da televisão?
Não é por ser em televisão... Não é fácil arranjar tempo, porque trabalho muito.

Enquanto repórter de programas como o Portugal em Festa (SIC), imagino que passear seja uma paixão. Que cidades portuguesas teve oportunidade de visitar que ainda não conhecesse?
Conheci vários locais, em especial mais a Norte do País, que desconhecia. Mas a minha verdadeira paixão é a gastronomia do nosso País. Neste momento, não há enchido que eu consiga recusar (risos)!

Como se sente nesse registo televisivo tão próximo do público?
Sinto-me muito bem. É o que gosto de fazer. Mas, neste momento, estou mais no E Especial e só faço o Portugal em Festa de vez quando, para matar saudades. Fiz estas duas primeiras semanas de agosto e agora vou de férias.

Não é cansativo?
Fi-lo durante um ano inteiro seguido, foi puxado. Mas, quem corre por gosto, não cansa.

Diz sempre que nunca se achou uma mulher bonita, mas truques de beleza não lhe faltam. Não é um contrassenso?
Não tenho grandes truques de beleza. Nem sei maquilhar-me (risos)... Gosto de roupa, isso sim. Gosto de me arranjar e de arranjar as minhas amigas... Gosto de sentir confiantes as pessoas à minha volta. Mas, em relação a mim, sou objetiva: eu sou engraçada, não sou bonita. Na realidade, a beleza passa, o resto é que fica. E é aí que tenho de investir mais.

Texto: Sónia Salgueiro Silva; Fotos: Nuno Moreira

Siga a Revista VIP no Instagram