Mickael Carreira
Fala sobre a separação dos pais

Nacional

“Por mais que eu tenha respeitado e entendido, deixou-me muito triste”

Sáb, 24/10/2015 - 15:11

Mickael Carreira foi o convidado do Alta Definição, este sábado, na SIC. Entrevistado por Daniel Oliveira falou da carreira, da família e da namorada Laura Figueiredo.

 

Questionado sobre a separação dos pais, Tony Carreira e Fernanda Antunes, Mickael disse: “Eu acho que é mais complicado para a Sara. Acho que para mim e para o David acaba por ser muito mais fácil. Obviamente que me custou, foram 25 anos que passaram juntos e fiquei triste. Fiquei triste por eles se separarem porque sempre achei que eles faziam um casal muito bonito, mas eu não tenho de opinar sobre isso. Acho que eles têm o direito de serem felizes.

 

Custou muito mais para a Sara, ela é muito mais nova do que nós. Provavelmente ouviu algumas bocas na escola, as crianças entre elas são terríveis.”

 

Quando Daniel perguntou se lhes deu conselhos, afirmou: “Tentei não falar muito sobre isso com eles. Chegou um momento em que eles me disseram e eu disse-lhes que achava ridículo... no bom sentido, porque sentia que eles se podiam estar a precipitar um pouco. Eu não me posso pôr nisso, é a decisão deles e o mais importante para mim é eles serem felizes na vida deles”.

 

Mickael confessou ainda ser um “menino da mamã”. “A minha mãe é uma mulher fantástica, ela sempre aguentou o barco”.

 

Por fim, Daniel Oliveira questionou qual tinha sido a última vez que o cantor chorou. O filho de Tony respondeu: “Na altura do divórcio dos meus pais provavelmente. Sozinho. Ninguém soube. Por mais que eu tenha respeitado e entendido, deixou-me muito triste”.

 

Texto: MDA; Fotos: Impala

 

Siga a Revista VIP no Instagram