Meghan
Muito arrependida de ter abdicado de ser atriz por Harry

Realeza

Meghan não estava preparada para abdicar da carreira de atriz e arrependeu-se de ter renunciado da sua vida nos Estados Unidos da América em prol da Casa Real britânica e do seu amor por Harry.

Seg, 27/01/2020 - 18:00

Meghan Markle arrependeu-se de ter abdicado da sua carreira profissional enquanto atriz para fazer parte da família real britânica e  que este foi um dos principais motivos para o «Megxit». Quem o diz é Sally Bedell Smith, a biógrafa oficial da Casa Real que, em declarações à revista Vanity Fair, explicou que a duquesa de Sussex ficou «infeliz» quando teve de renunciar à sua vida nos Estados Unidos da América.

«Ela arrepende-se muito de ter desistido disso, o que ela deveria fazer na família real não se compara ao que ela estava acostumada a fazer», começou por revelar a especialista em realeza. 

«Havia inúmeras vantagens e desvantagens em pertencer à família real, mas ingressar no The Firm [nome dado à Casa Real britânica] significa renunciar a muitas coisas que tinham muito significado para ela», continuou, acrescentando que, entre essas vantagens, estavam os deveres oficiais e os trabalhos de caridade que, apesar de serem um esforço de dedicação à instituição, iam manter Meghan no centro das atenções e debaixo dos holofotes.

No entanto, a mulher do príncipe Harry não viu a situação dessa maneira. A mãe de Archie, de oito meses, abdicou da carreira profissional quando começou a namorar com o filho mais novo da princesa Diana e ficou «tremendamente arrependida» da decisão que tomou. Sally contou ainda que Meghan Markle fez questão de salvaguardar a sua carreira e manteve a sua equipa de agentes de Hollywood, incluindo Nick Collins, a trabalhar na futura carreira da atriz.

Sabe-se que, no início do mês de janeiro, essa mesma equipa começou a lidar com ofertas e oportunidades lucrativas de filmes, de programas e séries televisivas em nome do casal mais polémico do momento. 

Especialistas no assunto afirmam que os duques de Sussex têm em mãos a possibilidade de arrecadar milhões de dólares anualmente se optarem por seguir a sua vida no mundo mediático. Oportunidades de falar em público, escrever livros, participar em programas de televisão e em produções de cinema pode render ao casal muito mais dinheiro do que aquele que poderia "arrecadar" como membros da realeza. 

Meghan Markle prepara-se para abrir o coração a Ellen Degeneres

Meghan Markle e o príncipe Harry anunciaram no dia 8 de janeiro do presente ano que abdicaram dos deveres reais e pretendem tornar-se financeiramente independentes da coroa britânica. Depois de dois comunicados da família real, que confirmam a "saída" dos dois da Casa Real, o duque de Sussex deixou umas palavras aos britânicos para explicar as motivações do «Megxit», antes de viajar até ao Canadá, onde pretende ficar por tempo indeterminado com a mulher e o filho.

Esta segunda-feira, dia 27 de janeiro, o Daily Mail revelou que está a chegar a hora em que Meghan Markle vai quebrar o silêncio sobre a notícia que «abalou» o Reino Unido e é  Ellen Degeneres quem a vai entrevistar. Foi a própria apresentadora quem confirmou à publicação, confessando-se «muito emocionada» por estar destacada para entrevistar a ex-atriz, naquela que será a primeira entrevista oficial da mãe de Archie desde que abdicou da carreira profissional para se juntar à Casa Real.

Meghan Markle e Ellen Degeneres são amigas de longa data. Até à data, não se sabe qual será o assunto da entrevista, mas certamente que os últimos anos da vida da duquesa, enquanto membro da realeza, estarão entre os temas. 

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: Reuters

 

VEJA AINDA: Amigos próximos arrasam Meghan: «Ou é à maneira dela, ou ela foge»

 

 

 

Siga a Revista VIP no Instagram