Maria João Abreu
Contornou as regras do hospital para poder visitar Ãngelo Rodrigues

Nacional

Maria João Abreu foi uma das convidadas de Cristina Ferreira para estar presente na entrevista a Ângelo Rodrigues.

Seg, 09/12/2019 - 09:50

Maria João Abreu foi uma das convidadas de Cristina Ferreira para estar presente na entrevista a Ângelo Rodrigues. A atriz e mãe do ator em Golpe de Sorte, SIC, contou que foi ver Ângelo ao Hospital Garcia da Orta, quando estava internado, mas que para isso teve de fintar os profissionais de saúde. «Vou contar, mas depois vou ser vedada nos hospitais», começa por dizer a atriz. «O Ângelo não podia ter visitas. O horário era só as 18.00, mas fui mais cedo na mesma. Entrei pelo sítio das consultas, dei a volta e fui cumprimentado as pessoas», partilha Maria João Abreu.

Mas será que não a reconheciam? «Quem me vê conhece-me mas como eu vou tão à vontade, pensam que sou a médica desta ou daquela especialidade. Entrei, encontrei umas pessoas e perguntei onde é que estava o meu filho, o Ângelo? Eles disseram-me onde era e eu segui. Cheguei ao sítio certo, encontrei as enfermeiras e disse que sabia que não estava na hora, mas que queria ver o meu filho. Elas aceitaram e levaram-me até ele», conta perante o sorriso de Ângelo.

«Quando entrei, vi que ele estava bem. Estava com este sorriso. Foram 10 minutos e disse-lhe que tinha Portugal inteiro a rezar por ele e que ia haver o telefilme de Golpe de Sorte», recorda. Ângelo respondeu que isso era mais um foco para ele focar bem.

.

Daniel Oliveira avisou elenco do estado de Ângelo

Daniel Oliveira, diretor-geral de entretenimento do grupo Impresa, foi dos primeiros a saber do estado de saúde de Ângelo Rodrigues. O responsável criou um grupo no Whatsapp e enviou uma mensagem a dizer o que se passava. A partir daí todo o elenco de Golpe de Sorte se uniu para enviar energia positiva ao ator. «Acredito em energias, isto não é para tirar o mérito aos médicos, porque só temos todos a agradecer às equipas que o socorreram e estiveram com ele, mas eu liguei para uma amiga minha que é sacerdotisa do Tibete para saber o que poderia fazer para ajudar o Ângelo. Ela disse-me para enviar uma mensagem para o grupo para toda a gente visualizar uma chuva dourada sobre o Ângelo com ele a sorrir», continuou Maria João Abreu que confessou várias vezes acreditar em "energias e em Reiki à distância». «Ela fez cura cósmica à distância», sublinha Maria João Abreu.

Texto: Ana Lúcia Sousa: Fotos: Redes Socias e Divulgação SIC

Siga a Revista VIP no Instagram