Luciana Abreu
Conhece a data da nova audiência em tribunal por causa do divórcio

Nacional

Depois de ter ido a tribunal no passado dia 25 de junho, para a primeira tentativa de conciliação no processo de divórcio com Daniel Souza, Luciana Abreu prepara-se para regressar à sala de audiências.

Ter, 30/07/2019 - 09:38

Luciana Abreu já sabe quando terá que voltar à sala de audiências para tentar concluir o processo de divórcio com Daniel Souza, depois de ter ido a tribunal no passado dia 25 de junho, numa primeira tentativa de entendimento. 

A próxima sessão está marcada para o meio-dia do dia 24 de setembro, uma terça-feira. Tal como aconteceu na primeira sessão, de acordo com a informação presente na plataforma judicial Citius, o processo está no Tribunal de Família e Menores de Cascais, sendo que em cima da mesa está o processo de divórcio sem o consentimento do outro cônjuge, uma vez que é Luciana Abreu que faz a abertura do processo.

Ainda no decorrer do mês de setembro estava marcada, agora adiada, uma conferência dos interessados, desta feita para tratar da regulação das responsabilidades parentais referentes às duas filhas do casal, Amoor Viktória e Valentine Viktória, nascidas a 23 de dezembro de 2017.

«A Luciana está à espera que tudo se resolva o mais brevemente possível»

«A Luciana está à espera que tudo se resolva o mais brevemente possível. Ela tem a vida profissional para tratar, naturalmente, e sempre preocupada com as filhas», afirmava António Leirão, advogado de Luciana Abreu, à saída do tribunal de Cascais.

Questionado se existe intenção de ambas as partes para que as coisas sejam resolvidas a bem, António Leitão afirma que sim. «Sim. Quer os advogados quer as partes estão a tratar disso.»

Uma vez que o processo de divórcio ainda depende da questão judicial, o advogado de Luciana Abreu declara que «neste momento ainda se trata de um divórcio litigioso mas estamos a caminhar para que não seja.» Daniel Sousa não foi visto no Tribunal de Cascais. A tentativa de conciliação é um processo obrigatório num divórcio em Tribunal. Ambos devem comparecer na tentativa de conciliação, juntamente com os respetivos advogados, onde o juiz procurará obter o acordo entre os ex-cônjuges.

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais; Fotos: Impala e redes sociais

 

Siga a Revista VIP no Instagram