Joana Diniz: grávida vive drama
«Descoberta de um cancro de mama! A quem? Ao meu pilar»

Nacional

Grávida do primeiro filho, Joana Diniz vive drama. A mãe da bailarina enfrenta um cancro

Ter, 14/05/2019 - 12:17

Joana Diniz vive dias felizes, devido à gravidez do primeiro filho, mas ao mesmo tempo enfrenta momentos de angústia. Esta segunda-feira, dia 13 de maio, a bailarina partilhou um desabafo onde explica o «drama» dos últimos três meses. A viver a sua primeira gravidez separada de Igor Sanchez, o pai do bebé, Joana Diniz conta agora que foi nesse espaço de tempo que descobriu que a mãe, Lurdes Diniz, sofre de um cancro da mama.

Lurdes Diniz já tinha sofrido um AVC, em 2015, altura que a filha vivia no Alentejo com o irmão de Cláudio Ramos. Nas redes sociais, Joana Diniz conta como o «mundo desabou» ao saber da notícia, mas  revela que os últimos diagnósticos são positivos.


«13 de Maio de 2019. O dia do maior alívio da minha vida! Nunca vos contei mas hoje apetece-me muito gritar ao mundo e dizer a todos que…CONSEGUIMOS! Sim, foi durante a minha gravidez que o mundo desabou, que o mundo parou, e me roubaram o chão», escreve. 

«Estava grávida, com as hormonas ao rubro, relação terminada e (…) descoberta de um cancro de mama! A quem?! Ao meu pilar, ao meu porto de abrigo. A quem me segura à terra quando o que mais me apetece é sair por aí a voar…A MINHA MÃE. Foram três meses difíceis, os mais difíceis de toda a minha vida, garantidamente. Chorei muito, questionei muito, fiquei revoltada com Deus e com o mundo. Que mistura tão grande de sentimentos! Como poderia eu estão feliz e tão triste ao mesmo tempo?! FOI TÃO MAS TÃO DIFÍCIL, que longe de mim desejar esta mistura de sentimentos a alguém», continua.

«Não nos é dada nenhuma dor que não consigamos suportar» 

«Hoje, por incrível que pareça, é dia de Nossa Senhora. É o dia da Mãe, da Mãe de todos, e da minha! Depois da operação feita, só precisará de fazer radioterapia. Estou feliz, muito! E, aquilo que vos quero transmitir é que quando pensamos que o mundo está a desabar,que a vida é injusta, que tudo está contra nós e principalmente quando achamos que Deus se esqueceu de nós num cantinho onde mais ninguém nos encontra, ele só foi acudir primeiramente a alguém que estava mais necessitado, mas nós não estávamos esquecidos. O nome da minha filha será fruto de todo este processo, do caminho que percorremos, do medo e da luta, da alegria e da tristeza, mas principalmente será um nome que vem em homenagem a toda a força que eu e a minha mãe tivemos», lê-se ainda.

«Sei agora, que nada foi em vão, que não nos é dada nenhuma dor que não consigamos suportar, e que estamos as três mais fortes! Fortes e com muita vida para enfrentar o futuro…Um futuro que se apresenta risonho e cheio de alegria! Eu, e elas, as minhas guerreiras, as minhas tudo!! Obrigada», termina.

 

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram e Impala    

Siga a Revista VIP no Instagram