Isabel Ii
67 anos depois, marca de luxo recria sandálias históricas da rainha

Realeza

A Roger Vivier lançou uma nova linha de sandálias, inspiradas no modelo escolhido pela rainha Isabel II na cerimónia de coroação, há 67 anos.

Ter, 16/06/2020 - 20:50

Isabel II foi coroada rainha de Inglaterra no dia 2 de junho de 1953 e na cerimónia usou umas sandálias da Roger Vivier, uma boutique de sapatos francesa. 67 anos depois, a Maison Roger Vivier criou um modelo inspirado nos sapatos da Sua Majestade que faz parte da coleção primavera-verão 2020 da marca de luxo.

Assinadas pelo designer italiano Gherardo Felloni, as «Sandálias da Rainha», como são designadas, são definidas pela boutique de luxo como o «epítome dos sapatos elegantes».

Este novo modelo, feito à mão pelos artesãos da Maison Roger Vivier, é feito em camurça ou couro sintético [ao contrário dos originais, feitos em couro de cabra], recupera o motivo da flor de lis à frente, mas tem um salto mais alto e mais fino do que os que foram utilizados pela rainha Isabel II há 67 anos. Na altura, o modelo foi desenhado à medida para a monarca e o salto foi pensado para que esta aguentasse muito tempo em pé sem dores. 

Também os rubis das sandálias originais foram substituídos por cristais dourados ou prateados e são ajustáveis.

Durante a cerimónia de coroação, em 1953, não foi possível ver os sapatos que a monarca utilizava, mas a escolha das sandálias acabou por tornar-se pública e polémica, uma vez que Isabel II foi coroada rainha de Inglaterra, na Abadia de Westminster, com umas sandálias desenhadas e feitas em França.

Percorra a nossa galeria e veja as fotos.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: Reuters e D.R.

 

VEJA AINDA: Rainha Isabel II - a primeira aparição pública depois do desconfinamento

LEIA TAMBÉM: Cães da rainha Isabel II têm um menu elaborado por um chef

 

Siga a Revista VIP no Instagram