Manuel Maria Carrilho
Indemnizações milionárias

Nacional

Professor explica à VIP os motivos das queixas-crime contra Maya e Nuno Graciano

Qui, 12/03/2015 - 00:00

Os processos que envolvem Manuel Maria Carrilho e a ex-mulher Bárbara Guimarães têm agora novas personagens.

O ex-ministro, de 63 anos, confirmou na sua página do Facebook que deu instruções aos seus advogados para apresentarem queixas-crime contra os apresentadores Maya e Nuno Graciano, da CMTV. Sabe a VIP que Carrilho pretende indemnizações milionárias baseadas em alguns fatores.

No caso de Maya é entendido que, “no seu programa, é reincidente em mentiras e invenções da maior gravidade, tendo chegado a chamar homicida ao ex-ministro”. Já sobre Nuno Graciano, tenciona alegar que “cometeu declarações totalmente falsas, feitas conscientemente no programa da CMTV”. Sobre este assunto, Carrilho disse em exclusivo à VIP: “Há um momento em que se tem de dizer basta. Basta à impunidade da mentira, da calúnia e da injúria. Esse momento chegou e farei por todos os meios legais para que o castigo seja exemplar, apresentando queixas-crime e os respetivos pedidos de indemnização. Faço-o por mim e pelos meus filhos. Não só pelo Dinis e pela Carlota, mas também pelo José Maria [filho do primeiro casamento], cuja boa-fé tem sido manipulada sem quaisquer escrúpulos.”
 

Esta semana continuaram também a ser ouvidas testemunhas em tribunal. Desta vez, estiveram presentes Francisco Carrilho, irmão do ex-ministro, e alguns amigos da família, como o arquiteto Pedro Homem Gouveia, o editor Jorge Pires, João Nobre, Eunice Palmeirão e Vítor Gil, professor da Faculdade de Medicina de Lisboa. Esta terceira audiência do julgamento da queixa por difamação apresentada pelo ex-padrasto da apresentadora, Carlos Teixeira Pinto, contra Carrilho, ficou marcada por testemunhos que corroboram a versão do ex-ministro.  

Texto: Humberto Simões; Fotos: Impala

Siga a Revista VIP no Instagram