Fátima Lopes desfeita em lágrimas
De entrevistadora a entrevistada: «A minha mãezinha estava ali sentadinha, ao meu lado, a rezar»

Nacional

Fátima Lopes não consegue esconder a emoção e chora desalmadamente, em direto.

Sex, 10/05/2019 - 17:40

Fátima Lopes falou sobre o seu mais recente livro, Fátima - O meu caminho, a minha fé, no programa A Tarde é Sua, da TVI, desta quinta-feira, dia 9 de maio, e, a certa altura, começou a chorar.

A apresentadora passou, por instantes, para o papel de entrevistada e respondeu às perguntas do amigo João Luís, o seu diretor espiritual, com quem fez as peregrinações a Fátima e quem, «em parte», a desafiou para escrever a obra.

A conversa foi pautada por vários momentos de emoção, mas foi já depois de ter sido surpreendida com a presença de dois amigos com quem peregrinou (um deles Manuel Arouca, argumentista de várias novelas da estação de Queluz de Baixo) que Fátima Lopes desabou em lágrimas.

Recordando a primeira peregrinação ao Santuário de Fátima, a apresentadora relatou: «Chorei imenso quando cheguei. Imenso, imenso, imenso! Primeiro, por não ter desistido [por causa de dores numa perna] […] e depois, por ter chegado ali e a sensação que tive… Eu tenho muito a mania de cuidar de toda a gente, de ser cuidadora – toda a vida fui assim e não lamento por isso. Quando ali cheguei e olhei para aquele santuário, a minha emoção não era só por eu ter conseguido chegar, era por ter chegado ao sítio onde permito que me dêem colo, porque, por norma, sou eu que dou colo a toda a gente e estou sempre disponível para dar colo.»

«Quando chego a Fátima, posso ser só a Fátima»

E continuou, emocionada: «Quando chego a Fátima, sinto que posso baixar os braços e posso simplesmente sentar-me no colo da mãe. […] Quando chego a Fátima, posso ser só a Fátima e posso ser cuidada.»

Já sobre a segunda peregrinação, feita ao lado da sua mãe, foi na chegada ao Santuário de Fátima, perto da meia-noite, que a estrela da TVI mais chorou. Aconteceu também em direto, precisamente ao lembrar esse episódio. «A minha mãezinha estava ali sentadinha, ao meu lado, a rezar. Lembro-me de ver a imagem de Nossa Senhora, de olhar e de as lágrimas me começarem a correr, porque tinha ali a minha mãe e queria agradecer ainda ter a minha mãe», revelou.

Frisando que ama «muito» o seu pai, «uma pessoa maravilhosa, também ele com um coração enorme», Fátima Lopes usou da frase «mãe é mãe». «Quando eu olhei e vi ali a minha mãezinha… Que bênção eu ainda ter a minha mãe», disse, em lágrimas.

Veja as imagens na nossa galeria. 

- Fátima Lopes: «A minha maior companheira»

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala, reprodução TVI e redes sociais 

 

 

Siga a Revista VIP no Instagram