Família real britânica vive momento feliz
Após nascimento real, James Middleton assume relação amorosa

Realeza

Após depressão, James Middleton volta a ter motivos para sorrir.

Qui, 09/05/2019 - 07:00

Aos 32 anos de idade, James Middleton, irmão de Kate e Pippa Middleton, encontrou o amor ao lado da francesa Alizee Thevenet. O jovem, que está mais feliz do que nunca, fez questão de mostrar ao mundo a nova amada, partilhando uma fotografia no respetivo Instagram, em que surge com a rapariga num barco, em pleno clima de romance. 

James e Alizee surgem com camisolas vermelhas a condizer. «Vem navegar comigo», escreveu o irmão da duquesa de Cambridge na legenda do retrato que fez parar a internet. «Que fotografia adorável, James», «É bom ver-te sorrir e aproveitar a vida», «Que lindo casal» e «Que fotografia mais amorosa» são apenas alguns dos comentários deixados na publicação, que já conta com mais de 15 mil gostos.

James sempre foi bastante reservado no que diz respeito a estes temas. O empresário normalmente só partilha imagens dos seus amigos de quatro patas, Ella, Zulu, Inka, Luna e Mabel.

Recorde-se que James foi apanhado aos beijos numa praia de St. Barth com Alizee Thevenet em janeiro. Mas parece que só agora é que achou apropriado confirmar a notícia da relação.

O tormento de James Middleton

James Middleton, irmão da duquesa de Cambridge, deu uma entrevista ao Daily Mail, no início do ano, na qual revela que sofria de depressão, ao ponto de «não querer viver» assim. Esta foi a primeira vez que James falou publicamente sobre o assunto, que descreveu como «um tormento». «Sei que sou ricamente abençoado e vivo uma vida privilegiada, mas isso não me tornou imune à depressão. É complicado descrever essa condição. Não é uma mera tristeza. É uma doença, é o cancro da mente», afirmou.

Kate e os príncipes William e Harry foram fundamentais para James Middleton conseguisse encontrar alguma paz de espírito. Mas o sofrimento durou meses. James foi mesmo obrigado a pedir ajuda em 2017. «Não é um sentimento de ausência de sentimentos. Parece que deixa de existir um propósito ou direção a seguir. Não conseguia sentir alegria ou entusiasmo algum e era difícil até mesmo sair da cama de manhã. […] Não queria viver daquela forma», descreve. 

Continue a ler aqui.

Texto: Redação WIN/Conteúdos Digitais; Fotos: Reprodução Instagram e Reuters

 

Siga a Revista VIP no Instagram