Leonor Poeiras
Escreve mensagem emocionante sobre a mãe

Nacional

Apresentadora perdeu a mãe na véspera de novo desafio

Seg, 05/05/2014 - 00:00

No Dia da Mãe e no dia em que estreou o seu novo projeto profissional, Leonor Poeiras publicou nas redes sociais um texto emocionante sobre a progenitora, que morreu no dia 25 de abril, vítima “de uma doença muito complicada”

 

“O maior presente que podemos dar a quem amamos é o nosso tempo Em primeiro lugar preciso de agradecer a cada um de vocês que me escreveu e aos que não tendo escrito, também partilharam a minha dor. Li mensagens maravilhosas, cheias de força e brilho! Muito obrigada. Do fundo do meu coração. A última semana foi das mais intensas da minha vida. Perdi a minha mãe e arranquei o mais imponente programa da minha carreira até hoje. Os sentimentos são fortíssimos e misturam-se. O meu coração partiu-se ao meio, mas quero que saibam que estou tranquila. Sim, é verdade que a minha mãe estava muito doente há muito tempo, mas em nada a dor diminui por já se estar à espera deste desfecho triste. Só sabe disto quem já passou pelo mesmo. O maior presente que podemos dar a quem amamos é o nosso tempo. Estou tranquila porque foi exatamente isso que fiz nos últimos anos com a minha mãe. Dediquem-se às vossas. Ás vezes não queremos pô-las a par dos pormenores da nossa vida… eu punha mas não é preciso. Elas respeitam e amam-nos incondicionalmente e sem esperar nada em troca. Quando não há palavras, usam-se os beijos, os abraços, dão-se as mãos, enviam-se sms com smiles, passa-se a correr lá em casa só para ir comer uma uma canja ou só para deixar a caixa do medicamento em falta (que comprámos na farmácia 5 minutos antes). Tudo isso conta. Tudo isso é importante. Tudo isso é muito importante. Amar desafia-nos. Amar é aceitar alguém tal e qual como ele é e está. E vejam lá a coincidência de nos últimos três meses eu não ter estado com um programa em antena… podendo com isso estar todos os dias com a minha mãe. Todos. Todinhos, excepto um domingo. Mas sabem… na verdade, eu não acredito em coincidências… Não é coincidência este programa chamar-se Rising Star. E não é coincidência que eu vá estrear o Rising Star no dia 4 de Maio - Dia da Mãe. Este programa é por completo dedicado a ela…”

 

Leia mais pormenores sobre esta perda da apresentadora na edição número 877 da revista VIP, já nas bancas. 

Siga a Revista VIP no Instagram