Politicamente estão em lados opostos da barricada (uma é PSD, outra alinha pelo PS), mas, na vida pessoal, une-as uma simpática cordialidade. Maria Cavaco Silva e Maria de Jesus Barroso, mulheres de Aníbal Cavaco Silva e de Mário Soares, respetivamente, não disfarçaram isso mesmo durante a apresentação da obra Passageiro Clandestino de Leonor Xavier, que aconteceu no Teatro São Luiz, em Lisboa. O cumprimento entre as duas foi efusivo: abraços e beijinhos e a conversa posta em dia. Como disse a jornalista e escritora durante a apresentação do livro, no qual descreve o período em que lutou contra um cancro no cólon: “É tão engraçado termos uma amizade assim, que nada tem a ver com partidos. Nós encontramo-nos de vez em quando, somos três pontas do triângulo, como imaginam, e falamos de outras coisas que não aquelas coisas”.

 

E foi mesmo pela amizade à ex-mulher de Raul Solnado que as duas Marias saíram à rua numa noite assim. Uma noite para comemorar a saúde. “O livro tem uma mensagem muito positiva. Basta olhar para ela. Quem escreve como ela, deve dar o testemunho. Abre os olhos para muitas coisas muito difíceis”, afirmou Maria Cavaco Silva. Maria Barroso concorda e elogia a escritora, que diz ser  uma mulher “inteligente, talentosa e bom caráter“.  

 

Texto: Sónia Salgueiro Silva; Fotos: Helena Morais 

Siga a Revista VIP no Instagram