Lídia Franco Fala Do Filho
“Ele também teve de emigrar”

Nacional

Investigador mundialmente famoso, mas teve de estudar no estrangeiro

Ter, 23/12/2014 - 00:00

A atriz Lídia Franco não esconde o orgulho pelo percurso do filho, Miguel Soares, de 47 anos. O cientista, que lidera uma equipa no Instituto Gulbenkian de Ciência que tenta descobrir uma vacina contra a malária, já coordenou vários grupos no estrangeiro e é um investigador de renome mundial. No entanto, a sua história acaba por ser curiosa, pois não conseguiu entrar na faculdade em Portugal, por falta de média, e teve de ir estudar para a Bélgica, onde teve sempre bolsas de estudo. Foi aí que se doutorou com a nota máxima, o que lhe valeu um convite para trabalhar em Harvard, onde esteve dez anos. “Em Portugal, desperdiçam-se as vocações em prol de uma média que não tem qualquer significado. O que está errado”, acusa Lídia Franco. Convidada a falar sobre a profissão do filho, revela algum receio: “O Miguel explica as coisas de uma maneira tão simples, parece que está a contar uma história que toda a gente percebe, e eu depois tenho dificuldade em explicar. Ele é um dos maiores cientistas do Mundo.” Por outro lado, a atriz revela que o filho costumava acusá-la de não dar importância ao seu trabalho. “A verdade é que eu já estou tão habituada aos feitos dele... Mas é claro que fico contente. O sonho dele era exatamente contribuir para irradicar a malária”, salienta. Miguel Soares esteve vários anos fora de Portugal, tanto a estudar como a trabalhar. Esta semana, por exemplo, foi a Paris dar uma aula e é normal ter convites dos quatro cantos do Mundo. 

 

Lídia Franco sente estas ausências do filho, até porque recentemente lhe deu mais um motivo de orgulho: o neto Alfredo, que tem um ano e meio. “Sei que são ausências por uma boa causa, mas, mesmo assim, consigo ver o meu neto uma vez por semana. O que não quer dizer que veja o meu filho”, termina a atriz.  

 

Texto: Humberto Simões; Fotos: Impala e DR

Siga a Revista VIP no Instagram