João Mota
“É muito bom fazermos o que gostamos”

Famosos

O ator volta à ficção após dois anos sem gravar

Qui, 31/07/2014 - 00:00

Aos 23 anos, João Mota já venceu a segunda edição da Casa dos Segredos, já se formou em Gestão de Empresas, foi protagonista da série juvenil Morangos com Açúcar, estudou representação no Brasil e, agora, dá vida a André na nova novela da RTP, Água de Mar.

O jovem nunca escondeu que sonha com uma carreira de ator e, por isso, agarrou com “unhas e dentes” a nova personagem. Mariana Monteiro, com quem namora há cerca de dois anos, também integra o elenco, mas o casal faz questão de separar a vida pessoal da vida profissional. “Trabalho é trabalho e conhaque é conhaque”, contou à VIP, divertido, João Mota.

VIP – Integra o elenco da nova novela da RTP, Água de Mar. Como está a ser o regresso às filmagens, após dois anos de pausa?
João Mota –
É uma grande alegria. Mas durante o tempo em que não fiz novelas, não estive parado. Fiz bastante formação e foi um tempo bom para acalmar e crescer, não só enquanto pessoa, mas também como profissional. Estive no Brasil a estudar, fiz imensos workshops, conheci pessoas que me inspiraram e incentivaram para continuar a lutar nesta área. E agora entrei logo no ritmo. É muito bom fazermos o que gostamos.

Sentiu-se destreinado ou assustado quando começou a gravar?
O primeiro dia é sempre o primeiro dia e fiquei um pouco nervoso (risos). Mas está a correr bem, fui superbem recebido pelo elenco e pela produção. Estou muito empenhado, ando a trabalhar imenso para fazer um grande personagem.

Do elenco faz também parte a sua namorada, Mariana Monteiro. Como é trabalharem juntos?
Nós estamos no mesmo projeto, mas não nos vamos cruzar. Não tem nada a ver. Eu tenho o meu trabalho, ela tem o dela. Somos pessoas independentes no que diz respeito à profissão.

E por que razão quis tirar uma licenciatura em Gestão, se o seu objetivo era a ficção?
A gestão é muito abrangente. Tudo dá para gerir, até na nossa vida é preciso uma boa gestão. E eu acho que não nos devemos centrar apenas no plano A, porque não sabemos o que pode acontecer.

Então, enquanto tirava o curso, já sonhava com as câmaras?
A representação sempre foi uma paixão, mas nem sempre foi o meu foco. A representação passou a ser o meu foco quando senti que as condições estavam reunidas para isso, para me concentrar só nisso. A partir de uma dada altura, conheci as pessoas certas que me ajudaram nesse sentido e que me direcionaram para a formação. E foi aí que eu achei que estavam reunidas as condições necessárias para eu alcançar o meu objetivo.

Essa altura chegou depois de vencer a segunda edição da Casa dos Segredos?
Isso começou a partir do momento em que conheci as pessoas certas. Mas entrou na Casa com o objetivo de estar mais próximo do meio da televisão e alcançar o seu sonho... O meu objetivo foi conhecer as pessoas certas.

Voltaria a participar num reality show?
(silêncio) Não, acho que não. As coisas acontecem quando têm de acontecer.

Essa passagem do anonimato para o mediatismo foi complicada para si?
Não, porque eu nunca me iludi, sempre mantive os pés na terra. A partir do momento em que as pessoas se iludem, um dia mais tarde podem desiludir- se e eu não corro esse risco, porque sei que nunca me iludi.

Quando iniciou o namoro com a Mariana, essa exposição pública aumentou...
Quando iniciei o namoro com a Mariana, isto era tudo muito novo para mim. Hoje, já vejo a situação de forma diferente, já só me preocupo com aquilo que interessa. Claro que é diferente ter um namoro mediático, mas as coisas foram bem geridas da nossa parte e, se calhar, é por isso que ainda estamos juntos.

Como começou a vossa história de amor?
Foi mistério (risos). Prefiro não revelar, isso são coisas que ficam no íntimo, até porque pode trazer mau presságio falar delas, sou um bocado supersticioso.

Fazem planos juntos para o futuro?
Eu prefiro não fazer planos porque, normalmente, quando se planeia tudo, as coisas não dão muito certo. Por isso, deixamos as coisas andar.

Está feliz com o caminho que traçou?
Eu sinto-me feliz. Sou uma pessoa que se sente feliz com pouco.

Texto: Laura Ribeiro Santos; Fotos: Luís Baltazar; Produção: Zita Lopes;
Cabelo e maquilhagem: Vanda Pimentel com produtos Maybelline e L'Oréal Professionnel

Siga a Revista VIP no Instagram