António Sala
Doença cada vez mais no passado

Nacional

“Espero que a partir de julho os exames passem a ser anuais”, diz

Qua, 16/04/2014 - 00:00

António Sala é um dos embaixadores da iniciativa Just Smile, que proporcionou a sete mulheres doentes oncológicas um dia especial, e, ao juntar-se a esta causa, recordou a doença que enfrentou em 2012 e que o levou a ser operado a um rim para retirar um tumor. À VIP, o jurado de A Tua Cara Não Me é Estranha – Kids, da TVI, disse estar bem, mas que continua a fazer exames de rotina. “Estou bem. Tenho de ir fazendo os exames semestrais, espero que, a partir de julho já passem a ser anuais, o que é uma boa notícia, e vamos em frente”, disse com um sorriso nos lábios. 

 

António Sala entende que o otimismo é uma “arma” muito importante na luta contra a doença, mas que nem sempre é fácil. “Foi, mas não se pense que sou um otimista permanente nem que vivo sempre com um sorriso nos lábios e que, nos momentos difíceis, estive sempre assim. Não. Exatamente porque há muitos momentos de desânimo, de lágrimas, de sofrimento, de dor... mas, nos intervalos disso, temos de puxar pelo nosso otimismo e temos de pensar nas coisas de uma forma muito positiva, senão deixamo-nos arrastar e é terrível”, salienta o antigo locutor da Rádio Renascença, que perdeu também recentemente a sogra, Alexandrina, que morreu aos 93 anos vítima de pneumonia. “É doloroso, custa-nos sempre muito. A separação é uma coisa terrível, mas quando pensamos que tivemos o privilégio de conviver com uma pessoa que viveu 93 anos e que, durante mais de 40 anos, me deu tanto amor e ternura, é extraordinário”, declara. 

 

 

 

 Texto: HMC; Foto: Filipe Brito

Siga a Revista VIP no Instagram