Príncipe André
Defende a honra e nega violação

Realeza

Filho da rainha Isabel II continua a sofrer com acusação de abuso sexual de menor

Qui, 29/01/2015 - 00:00

A pesar de ter sido aconselhado pelos deputados a cancelar a sua participação, tudo indica que o príncipe André não só irá representar o Reino Unido no Fórum de Davos, mas também que irá aproveitar a sua presença no fórum económico mundial para fazer uma declaração pública sobre as acusações de abuso sexual que recaem sobre ele. 

 

Ao que tudo indica, o filho da rainha Isabel irá defender a sua inocência, refutando as acusações de Virginia Roberts, que tem prestado declarações no processo que está a decorrer na Florida, nos Estados Unidos. A norte-americana assegura que foi escrava sexual do milionário Jeffrey Epstein, de 1999 a 2002, quando ainda era menor, e que terá sido violada pelo menos três vezes pelo príncipe André, em Londres, em Nova Iorque e numa orgia nas caraíbas, enquanto era explorada sexualmente pelo magnata. Adiantou ainda que o milionário que está a ser julgado pedia que lhe fossem levadas, a ele e aos amigos, pelo menos sete adolescentes por dia, algumas com apenas 12 anos, e que não aceitava raparigas de raça negra. 

 

Recorde-se que tanto Jeffrey Epstein como o príncipe André, através de um porta-voz do Palácio de Buckingham, negaram todas a acusações. 

 

Texto: EA; Foto: Reuters 

Siga a Revista VIP no Instagram