Cuidados com o cabelo
Mitos e Verdades sobre a coloração

Saúde e Beleza

Há quem diga que pintar o cabelo maltrata as fibras e danifica as raízes, mas os especialistas têm uma palavra a dizer sobre isso. Descubra os mitos e as verdades sobre a coloração do cabelo!

Qui, 08/08/2019 - 16:26

Todas as mulheres passam por aquela altura em que querem mudar de visual, fazer um corte radical no cabelo ou pintá-lo. No entanto, há quem diga que as tintas para o cabelo são extremamente agressivas e que causam danos nas fibras e nas raízes. Segundo os especialistas, isso não é bem assim. 

O hairstylist brasileiro Luiz Rosa, citado pela revista Cláudia, defende que tudo depende do profissional e da tinta utilizada. Se a coloração for bem feita, o cabelo continua saudável, sem partir ou cair. Contudo, há muitos mitos sobre a coloração que continuam a ser transmitidos como verdades e não são! Conheça-os:

1- A tinta seca o cabelo

Mito. A tinta não seca o cabelo. O que seca o cabelo é o oxidante que por norma se mete no cabelo para que a tinta agarre melhor e para que o resultado seja o pretendido. A intensidade dos oxidantes vai de dez a 40 volumes e quanto mais alto for o volume, mais agressivo é para o cabelo. Segundo o especialista Luiz Rosa, «Cada oxidante é específico para um tipo de cabelo, cabe ao profissional avaliar a porosidade e a estrutura dos fios de cabelo para determinar qual é o mais adequado». Esta avaliação é fundamental para evitar que os cabelos fiquem ressequidos.

2- Tintas escuras protegem os fios de cabelo 

Mito. Esta teoria é falsa. As colorações têm todas o mesmo efeito no cabelo, independentemente da cor escolhida. Todas as tintas podem danificar o cabelo se não forem aplicadas de forma correta e se o cabelo não for cuidado da forma correta após a coloração. O que acontece é que os tons mais escuros refletem mais a luz do que os tons mais claro, o que dá a sensação de brilho e de que o cabelo está mais hidratado. 

3- Pode usar-se alisadores e modeladores com cabelo pintado

Verdade. O cabelo pintado pode ser alisado ou modelado, mas se sem coloração já é preciso ter cuidado com estes aparelhos, com coloração é preciso ter o dobro dos cuidados! O uso destes não deve ser diário e é importante regular corretamente a temperatura. Nunca exceda os 180 graus e utilize um protetor térmico. Além disso, o cabelo deve estar sempre seco, nunca molhado. 

4- Os cabelos claros sofrem mais com as tintas

Mito. Mais uma vez é importante referir que as tintas têm exatamente o mesmo tipo de ação nos cabelos, seja qual for a cor natural dos mesmos. Segundo Luiz Rosa, o que determina se o cabelo sofre mais ou menos não é a cor mas sim a espessura do cabelo. Quanto mais finos forem os fios de cabelo, mais delicados são e portanto exigem produtos menos agressivos, por exemplo, oxidantes com volumes mais baixos. 

5-  Tintas sem amoníaco são menos agressivas que tintas permanentes

Verdade. As tintas permanentes contém amoníaco, uma substância que abre as fibras do cabelo e que permite que a coloração se fixe com mais força e facilidade. Esta substância faz com que a coloração dure mais tempo As tintas sem amoníaco são menos agressivas mas também duram menos tempo. Porém, é importante referir que mesmo este tipo de tintas contém outros químicos igualmente agressivos para fixar a cor e que exigem cuidados semelhantes à coloração permanente. Contudo, não deixam de ser menos prejudiciais. 

Os cabelos pintados exigem sempre uma atenção especial. Uma vez que a tinta é composta por vários químicos, é importante hidratar muito bem o cabelo com máscaras, condicionadores e champôs indicados. Evite também expor o cabelo a altas temperaturas e opte por lavar o cabelo com água fria.

Importa também referir que é importante ter um cuidado extra com o cabelo no verão, devido às agressões do sol e da água do mar e piscinas.

VEJA AINDA: Os 9 erros diários que estragam o cabelo sem nos apercebermos

Texto: Redação Win/Conteúdos Digitais; Fotos: DR

Siga a Revista VIP no Instagram