Cristina Ferreira sobre relação com Goucha
«Percebemos que tínhamos de voltar a falar um com o outro»

Nacional

A relação de Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha já fez correr muita tinta desde que a apresentadora saiu da TVI. A estrela das manhãs da SIC fala agora sobre o assunto

Qua, 17/07/2019 - 12:30

Soube-se que Cristina Ferreira iria trocar a TVI pela SIC no dia 22 de agosto de 2018. Cinco meses depois, a 7 de janeiro, a estrela de Paço d’Arcos estreou-se na nova ‘casa’ com O Programa da Cristina e, desde então, lidera as manhãs. Manhãs essas que são defrontadas com aquele que foi o seu companheiro durante 14 anos na TVI, Manuel Luís Goucha.

Apesar desse «combate» diário, Cristina Ferreira garante que a relação não saiu prejudicada mas que foi necessário um espaço. «Houve um momento em que deixámos de ser dupla, houve um início de um combate – embora não goste de usar esta palavra – , mas era inevitável, porque todos os dias estamos na televisão, e cada um de nós para ganhar. E foi preciso dar espaço, foi preciso que cada um de nós assimilasse o que estava a acontecer», conta, em entrevista a uma publicação semanal.

A apresentadora da SIC confessa ainda que sempre soube que era necessário que ambos seguissem caminhos diferentes «mas não sabia que o caminho iria ser este». «Também foi muito difícil para mim assimilar a tristeza que sei que o Manel sente, por muito que ele diga que não. Porque achei que o tal combate iria ser uma coisa muito equilibrada, e de repente não foi. E pus-me no lugar dele.»

«O valor das pessoas não pode ser medido pelos números»

Quase um ano depois da mudança de estações, Cristina Ferreira revela à mesma publicação que a relação com Manuel Luís Goucha está a voltar ao que sempre foi.

«Foram 14 anos o lado dele, a sabê-lo de cor, a conhecê-lo muito bem. Agora, dado esse espaço, percebemos que tínhamos de voltar a falar um com o outro, que tínhamos de voltar a sentir o que sentíamos um pelo outro e que nunca deixámos de sentir, que tínhamos de estar outra vez a sorrir e de mãos dadas. E a partir daqui vou continuar a olhar para ele com o mesmo olhar embevecido de menina que adora um homem que é um excelente comunicador, que nunca vai deixar de o ser, mas que está a passar uma fase a nível de resultados que não combina com o valor que ele tem, mas que não é mais do que isso. É uma fase, pela qual um dia também posso vir a passar. O valor das pessoas não pode ser medido pelos números. Eu sei o valor que tenho e o Manel sabe o valor que ele tem», termina.

Texto: Redação WIN – Conteúdos digitais| Fotos: Redes Sociais

Siga a Revista VIP no Instagram