Cristina Ferreira orgulha-se das rugas
«São iguais às da minha mãe e isso é muito giro»

Nacional

Aos 41 anos, Cristina Ferreira assume a idade e as mudanças no corpo

Qua, 03/07/2019 - 16:30

Cristina Ferreira é a nova embaixadora da L'Oréal. A novidade foi anunciada esta terça-feira, 2 de julho, onde, além de comentar as críticas que recebe nas fotografias das redes sociais, revelou também algumas histórias relacionadas com a mãe, Maria Filomena Jorge.

Quando foi convidada pela marca para ser a embaixadora, Cristina Ferreira soube de imediato qual seria o número da cor de cabelo que iria adotar tendo sido surpreendida uma vez que esta teria o número sete, um dos números da sorte da apresentadora. «Quando eles me desafiaram e eu imediatamente disse que sim, eu pensei ‘e agora, que cor é vamos decidir para o meu cabelo?’ e foi a coisa mais fácil do mundo e eu aí pedi ao Tiago para voltar à base, deixem-me começar de novo, ir às minhas raízes, e eu sou loira, e foi nesse momento que o Tiago me diz: ‘mas vais ser um loiro muito especial, tu és o 7’ e a partir do momento em que ele me disse isso eu aceitei logo.»

É precisamente no momento em que revela que nasceu loira que a apresentadora da SIC conta uma pequena história de quando era mais nova. «Eu nasci loira, um bocadinho mais clarinho do que o que está agora, até vos posso contar uma história. A minha mãe achava que eu não tinha nem sobrancelhas nem pestanas porque o meu cabelo era mesmo muito clarinho. Naturalmente ele vai escurecendo, então esta, agora, é a cor da minha raiz, estou na minha base.»

«Rugas? Gosto porque são iguais às da minha mãe»

Questionada pelos jornalistas sobre os cuidados que mantém agora com a pele e com o cabelo, Cristina Ferreira assume que tem mais cuidado agora muito por causa da idade. «Tenho mais cuidado agora. Acho que olhando para mim e com idade… Mas eu sou muito feliz! E fiquei muito feliz que este convite surja após os 40 anos e que surja quando eu assumo tudo o que tenho no meu rosto.»

Foi precisamente a falar sobre o rosto e sobre as rugas que já tem que Cristina Ferreira assumiu gostar muito da forma como o seu corpo está a ficar. «Gosto! Porque são iguais às da minha mãe e isso é muito giro. Acho a minha mãe muito bonita e, se um dia for igual a ela, fico muito contente. Todas estas marquinhas que eu tenho aqui já são iguais às da minha mãe. Claro que estas invenções destes senhores, esta caneta fantástica, ajudam a atenuar. Para quem trabalha todos os dias com a imagem é tramado. Nós sabemos. É uma foto que aparece com as rugas um bocadinho mais marcadas, é uma foto em que não estamos tão bem… Portanto, eu sei que tenho de ter esse cuidado e que o impacto da minha imagem nos outros causa alguma reação. Por isso, tenho cada vez mais cuidados porque me sinto bem.»

No final, Cristina Ferreira chega mesmo a assumir aos jornalistas que gosta cada vez mais de olhar-se ao espelho e ver-se sem qualquer tipo de maquilhagem. «Gosto cada vez mais de mim ao natural e acreditem que fico mais nova.»

Para Cristina Ferreira é um «orgulho» ter recebido este convite depois de ter chegado aos 40 anos porque a cada dia que passa se sente mais nova. «Tenho mais cuidado agora. Acho que olhando para mim e com idade… sou muito feliz! E fiquei muito feliz que este convite surja após os 40 anos e que surja quando eu assumo tudo o que tenho no meu rosto.»

Texto: André da Silva Carvalho com redação WIN; Fotos: Helena Morais e Reprodução Instagram

Siga a Revista VIP no Instagram