Cristina Ferreira
Exigiu segredo absoluto às estrelas da TVI, mas fez uma cedência

Nacional

Cristina Ferreira informou, em separado, Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz de que seriam os novos rostos das manhãs da TVI. Mas fez um uma exigência a cada um deles… que foi cumprida à risca.

Ter, 24/11/2020 - 11:40

A palavra de ordem para Cristina Ferreira era segredo, mas ainda assim abriu uma exceção a cada estrela da TVI a quem ia confiando uma das apostas para a nova programação. Assim foi, por exemplo, com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz.

A partir de 4 de janeiro de 2021, os dois serão os anfitriões das manhãs da TVI, no programa “Dois às 10”, que sucede a “Você na TV!”, ainda conduzido por Manuel Luís Goucha. Cláudio Ramos foi o primeiro a saber da boa-nova. Tempos depois, foi a vez de Maria Botelho Moniz conhecer os planos que Cristina Ferreira tinha para ela.

E logo apressou-se a contar ao parceiro. “Assim que a Cristina me disse ‘Podes falar com o Cláudio’, liguei para ele. Acho que gritei durante dez minutos. fiquei logo histérica”, confessou a apresentadora, esta segunda-feira, num encontro com jornalistas. “Ai, já disseram que já posso falar contigo”, terá dito ela, segundo o amigo e colega.

À saída do gabinete da Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, a própria exigiu segredo absoluto a Maria Botelho Moniz, como, aliás, fez com todas as estrelas da estação de Queluz de Baixo. Mas, também para todas, houve uma cedência. “A cada pessoa que saía de lá, eu dizia: ‘Têm direito a contar a uma pessoa da família'”, relatou a responsável.

A próxima apresentadora das manhãs da TVI não teve dúvidas na pessoa a quem devia confiar o segredo. “Eu contei à minha mãe, que não percebeu a importância. Ficou meio a pairar. Dois dias depois, ligou-me e disse-me: ‘Isso é super importante, não é?'”, contou Maria. Por sua vez, Cláudio fechou-se em copas com todos: “Não contei a ninguém”.

Cláudio Ramos soube primeiro do Maria Botelho Moniz

Cristina Ferreira revelou ainda que Cláudio Ramos soube antes de Maria Botelho Moniz que ia conduzir a nova aposta das manhãs da TVI. “Levaste um bocadinho de vantagem em relação à Maria, porque soubeste primeiro do que ela o que ias fazer. Isto porquê? Por tudo o que se disse em relação à saída do Cláudio Ramos do ‘Big Brother’, embora nós soubéssemos que o Cláudio ia voltar, mas não lhe podíamos dizer imediatamente”, assumiu a responsável, referindo-se a “Big Brother – Duplo Impacto”, que o apresentador vai conduzir ao lado de Teresa Guilherme. O programa deverá estrear-se a 3 de janeiro, ou seja, um dia antes da estreia de “Dois às 10”.

“O Cláudio nunca me fez pergunta nenhuma. Acho que ele tinha confiança em mim e sabia muito bem aquilo que eu entendia ser o melhor para ele. Mas, para que ele ficasse um bocadinho mais sossegado com o futuro, disse-lhe mais cedo do que à Maria que ele seria o apresentador das manhãs”, contou Cristina Ferreira aos jornalistas.

Quanto a Maria Botelho Moniz, a diretora disse que que acompanhou “desde sempre o seu percurso” e que entendeu “perfeitamente que ela se encaixa na forma como Cláudio Ramos faz televisão” e na forma como a própria Cristina Ferreira entende “a pessoa ideal para quem faz um programa da manhã”. “Por isso mesmo, era quase inevitável que fossem os dois os protagonistas da manhã”, afirmou.

Texto: Ana Lúcia Sousa e Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

Siga a Revista VIP no Instagram