Cristiano Ronaldo
Estará para breve mais um bebé? Saiba o que tem CR7 a dizer sobre o assunto

Nacional

Cristiano Ronaldo aborda a possibilidade de ter mais filhos.

Qua, 21/08/2019 - 21:13

Na noite desta quarta-feira, dia 21 de agosto, foi para o ar a segunda parte da entrevista de Cristiano Ronaldo a Joaquim Sousa Martins, na TVI

O jogador continuou a falar sobre a acusação de violação de que foi alvo por parte de Kathryn Mayorga, da qual foi ilibado no passado mês de julho, e da importância que a família teve neste processo.

«[A Georgina] foi o pilar mais importante. A Gio, a minha própria família, a minha mãe, as minhas irmãs, o meu irmão… Ela lidava comigo todos os dias. Víamos a notícias. Foi difícil», começa por contar. 

Cristiano afirma mesmo que foi «o ano mais difícil». «Mas na minha casa eu consigo gerir. Conseguimos ultrapassar aquilo como uma nuvem, mas a verdade [agora] sabe-se», continua. 

O jogador já pode respirar de alívio e é com um sorriso no rosto que fala sobre o fim do caso. «Obviamente estou muito feliz de o caso estar fechado e graças a Deus está tudo resolvido. No final, a verdade sabe-se sempre e os que me criticam arrependem-se», termina. 

Durante os longos meses em que viu o seu nome a ser notícia diariamente, Cristiano Ronaldo refugiou-se nos braços da modelo espanhola. Focado na paixão, Cristiano afirma que tem a capacidade de desligar com a ajuda de Gio.

«Eu dormia todas as noites com ela e dormia bem. É raro eu dormir mal. É raro o que me tira o sono. 90 por cento das vezes eu durmo de consciência tranquila», afirma. 

«2018 foi o ano mais difícil. Já sabia que o desfecho [arquivamento] ia ser assim e estou muito feliz», conclui.

Mais filhos a caminho?

CR7 foi confrontado pelo jornalista sobre a possibilidade de vir a aumentar a família. Recorde-se que o jogador já tem quatro filhos: Cristianinho, de nove anos, os gémeos Eva e Mateo, de dois, e Alana Martina (fruto da relação com Georgina Rodríguez), de um ano e meio. 

«Por agora não», responde. «Acho que vamos fazer uma pausa para desfrutar deste momento bonito que estamos a viver», explica. 
 
No que toca ao possível futuro de Cristianinho, de nove anos, no mundo do futebol, o pai orgulha-se do talento. «Ele tem nove anos, joga muito bem, está na Juventus. Vai depender da cabeça dele. Claro que o vou aconselhar e ajudar.»

O jogo mais difícil da carreira de CR7

As falhas pelos olhos do craque português são encaradas da melhor maneira, mas fica revoltado quando não corre da forma que quer. Nos últimos anos, Cristiano revela que aprendeu a viver com o que corre menos bem. «Vida para a frente.»

Sobre o jogo mais difícil, CR7 confessa que jogar após a morte do pai, José Diniz Aveiro, não foi fácil. O progenitor do craque morreu no dia 6 de setembro de 2005 e Ronaldo entrou em campo pela Seleção Nacional para defrontar a seleção da Rússia, em Moscovo, no dia seguinte. 

«Quando o meu pai morreu, jogar no dia seguinte foi… Não me arrependo de ter jogado no dia seguinte. Foi uma homenagem», conta. 

Cristiano Ronaldo afirma também que está pronto para jogar no Mundial de 2022, no Qatar. A estrela do futebol orgulha-se de vestir a camisola da seleção. 

Já sobre o grande rival Messi, Cristiano considera que, apesar da «picardia», acabam por se motivar um ao outro. «Não tenho dúvidas de que o Messi me faz melhor jogador e eu faço-o a ele», diz. «É a rivalidade boa que existe no futebol.»

Em tom de brincadeira, Joaquim Sousa Martins perguntou se nunca jantaram juntos e, apesar de nunca ter acontecido, Cristiano Ronaldo «não vê problema», até porque a namorada «é argentina».

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução Instagram

 

 

 

 

Siga a Revista VIP no Instagram