Covid-19
Idoso de 89 anos foge de lar para não morrer de coronavírus

Internacional

Rafael, um idoso de 89 anos, fugiu de um lar de idodos de Espanha ao ver que os amigos estavam todos a morrer de covid-19

Qua, 25/03/2020 - 19:00

Covid-19: Idoso de 89 anos foge de lar para não morrer de coronavírus

Rafael, de 89 anos, fugiu do lar onde vivia depois de tomar conhecimento que os companheiros estavam todos a morrer com covid-19. Este idoso começou por notar que algo de muito grave se estava a passar ao notar que o funcionário que lhe servia a refeição, e com quem tinha confiança, tinha olhos de choro. Decidiu, por isso, perguntar-lhe se havia mortos e recebeu como resposta “seis”. Eram todos amigos. 

Rafael estava isolado no quarto, a lavandaria do lar já não funcionava há vários dias, havia pessoas isoladas num dos andares e ninguém estava a impar os quartos com medo do risco de contágio. No dia 20 de março, este idoso fugiu, do lar Madrid Loreto, em Espanha. 

Rafael conta ao El País que pagava 3,400 euros por mês por este lar de idosos. Agora, está resguardado em casa da filha, em quarentena. “Tive de sair depois de averiguar de forma indireta, em segredo de um empregado, que a minha vida estava em perigo”, justifica-se ao El País. “Tenho quase 90 anos, pernas lentas e patologias graves, mas a minha cabeça está em perfeito estado. Não quero enfrentar os momentos finaid da minha vida da mesma maneira que muitos, com abandono e negligência e na mais profunda solidão. Eles estão a sofrer”, disse ainda.  

Nas últimas 24 horas, Espanha registou 738 mortos devido ao coronavírus. A situação nos lares de idosos, tem sido particularmente dramática. 

Texto: Ricardina Batista; Foto: Istock 

Siga a Revista VIP no Instagram