Cláudio Ramos
Irritado, esclarece seguidora que pergunta se o seu futuro na TVI é o Somos Portugal

Nacional

Cláudio Ramos irrita-se e responde a seguidora que o questiona acerca do seu futuro na TVI: «é o somos Portugal, quando a diretora o puser lá?»

Qui, 01/10/2020 - 12:30

Cláudio Ramos irritou-se com uma seguidora e respondeu -lhe à letra a um comentário sobre o facto de não ter estado no último Dia de Cristina.

Na terça-feira, 29 de setembro, Cristina Ferreira apresentou a segunda edição do formato e, no segmento da tarde, apresentou o novo hino da TVI, Todos Juntos. No estúdio, estiveram presentes várias caras da estação de Queluz de Baixo, que fazem parte do vídeoclipe, como Pedro Teixeira ou Sofia Ribeiro.

Cláudio Ramos partilhou o vídeo da música nas redes sociais e uma das seguidoras questionou-o sobre o facto de não ter estado presente no programa da diretora de Entretenimento e Ficção de Queluz de Baixo, e sobre o seu futuro no canal. «Mas o Cláudio não estava lá. Todos juntos na mesma direção. O futuro? Na foto você não estava, qual é o futuro, é somos Portugal, quando a diretora o puser lá?», perguntou.

«Não sou muito de responder a comentários, porque considero que numa página aberta os seguidores podem opinar. É um espaço livre! Mas deixe-me dizer-lhes duas coisas. Ontem não estava na apresentação do hino porque tenho uma filha que está no Alentejo e fui ter com ela numa das minhas funções maiores que é ser pai», começou por explicar.

«A outra que gostava de deixar claro é que o Somos Portugal, para mim e para a estação, é um programa tão nobre como outro programa qualquer, onde Eu fui e irei sempre que for preciso. Porque gosto, porque me divirto e me divido com companheiros de trabalho que dão muito para que o domingo de cada um seja melhor», afirmou ainda.

«Eu sou um apresentador. Não sou um bibelot nem uma flor de estufa»

Cláudio Ramos concluiu ainda: «Não é um trabalho menor e não gosto quando, num tom depreciativo, tentam passar isso. Voltarei ao Somos feliz e contente assim que fizer sentido. Eu gosto das pessoas e do contacto com elas. Eu sou um apresentador. Não sou um bibelot nem uma flor de estufa. Não há bons e maus programas. Há televisão bem feita e mal feita. A minha será sempre bem feita. Porque quem a vê não merece menos que isso».

Esta resposta de Cláudio Ramos mereceu vários comentários com elogios, com vários fãs a aplaudirem o apresentador pela frontalidade.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais

Siga a Revista VIP no Instagram