Ciclone Idai
5 formas de ajudar as vítimas de Moçambique

Internacional

Depois de o Ciclone Idai ter devastado, a 14 de março, a cidade da Beira, em Moçambique, são várias as pessoas a precisar de ajuda.

Ter, 26/03/2019 - 16:00

No passado dia 14 de março, o centro de Moçambique foi atingido pelo ciclone Idai que se seguiu de várias cheias que acabaram por deixar um largo rasto de destruição tendo já provocado a morte a mais de 400 pessoas. Por todo o mundo são já várias as organizações que se juntam em prol deste acontecimento de forma a ajudar quem mais precisa neste momento.

Dos clubes de futebol, às organizações, são já várias as entidades que já se prontificaram a ajudar nesta missão, seja em dinheiro ou em bens.

Se quer ajudar a recuperar Moçambique mas não sabe como, aqui ficam cinco sugestões das muitas existentes.

Doação de bens
1 -  A Embaixada de Moçambique em Lisboa está a recolher produtos alimentares enlatados. Estes podem ser enviados para a sede nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, sito no Jardim 9 de Abril, 1249-083, em Lisboa.

2 - Também os CTT - Correios de Portugal, juntamente com os Correios de Moçambique, iniciaram esta segunda-feira, 25 de março, uma ação de recolha de roupas para enviar para Moçambique. Segundo o site dos CTT, a recolha pode ser feita nas lojas CTT entre o dia 25 de março e 8 de abril. Para tal, basta pedir uma Embalagem Solidária e colocar lá o respetivo donativo. O envio será gratuito.

3 - A Câmara Municipal de Lisboa definiu os quartéis do Regimento de Sapadores de Bombeiros (RSB) da Cidade: D. Carlos I, Martim Moniz, Graça, Defensores de Chaves, Santo Amaro, Monsanto, Alvalade, Benfica, Marvila, Encarnação e Alta de Lisboa, como pontos de recolha de donativos em géneros mais prioritários (medicamentos, essencialmente para infeções gastrointestinais e analgésicos, produtos alimentares enlatados com período de validade prolongado, produtos para o tratamento de água e produtos de higiene pessoal e limpeza de instalações).

4 - O Sporting Clube de Portugal vai promover uma recolha de alimentos no dérbi com o Benfica para a Taça de Portugal, já no próximo dia 3 de abril. Além disso, as equipas de futebol feminino dos dois clubes vão defrontar-se no Restelo, a 30 de março, cuja receita reverte a favor das vítimas de Moçambique. O clube dos encarnados está já a promover, desde dia 21 de março, uma recolha de alimentos, nas Casas do Benfica, enlatados para serem enviados para Moçambique. No estádio, estes podem ser entregues a partir do próximo dia 27, até dia 31 de março.

5 -  No próximo dia 2 de abril, às 21 horas, mais de 40 artistas vão subir ao palco do Cineteatro Capitólio, no Parque Mayer, em Lisboa, para promover o concerto Mão Dada a Moçambique. Os bilhetes normais têm o valor de 20 euros, sendo que há também a possibilidade de adquirir o bilhete-donativo, com valores entre os 20 e os 30 euros, que não permite o acesso ao espetáculo. A totalidade do valor dos bilhetes reverte para as instituições que se juntaram a esta iniciativa que vão posteriormente canalizar as ajudas (a este valor apenas se retira os 13% do IVA).

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais; Fotos: Reuters

Siga a Revista VIP no Instagram