Pedro Guedes E Kelly Baron
Celebram um ano de namoro com sonhos por realizar

Famosos

Conheceram-se num reality show da TVI e foi aí que se apaixonaram

Sex, 04/07/2014 - 00:00

Pedro Guedes e Kelly Baron estão cada vez mais apaixonados. O casal assinalou o primeiro aniversário de namoro num clima de grande cumplicidade. Embora não goste de traçar planos a longo prazo, Pedro Guedes confessou à VIP que gostava de ser pai de gémeos. O casal falou ainda da paixão pelo futebol.

VIP – Agora, que Portugal foi eliminado, vai torcer pelo Brasil?
Pedro Guedes –
Pois, não nos correu muito bem o Mundial. Apesar das expectativas, não conseguimos passar. Agora, quero que seja o Brasil a vencer para, pelo menos, ver o sorriso na cara linda da Kelly.

Sofreu com a eliminação de Portugal?
Kelly Baron –
Fiquei triste. Gostaria de ver a final entre Brasil e Portugal.

Quem é o melhor do Mundo, Ronaldo ou Neymar?
PG –
Como português, não posso deixar de dizer que é o Ronaldo.

Como assinalaram o vosso primeiro aniversário de namoro?
KB –
Fomos para o Hotel Sheraton, no Porto, onde tivemos direito a massagens e a jantares de luxo. Foi numa altura em que estávamos a precisar de relaxar.
PG – Descansar assim, sem pensar em mais nada, fez-nos muito bem. KB – O mimo e o “grude” marcam todos os dias da nossa relação.

Que balanço fazem deste primeiro ano juntos?
PG –
Superfeliz. Estamos contentes por nos termos encontrado um ao outro. Não é fácil encontramos uma pessoa com quem nos identificamos tanto e que seja sempre uma influência muito positiva. A minha vida mudou até nos hábitos alimentares. A Kelly é um pouco obstinada em relação a isso e para mim tem sido ótimo. Eu adoro o cozido e a francesinha. A Kelly é mais o suco verde, as sementes…
KB – Para mim foi tudo novidade, porque nunca imaginei não viver no Brasil, mas com o tempo vou-me sentindo cada vez mais confortável. Nunca imaginei viver tanto tempo com alguém. Achei que não era possível (risos). É complicado estar longe da família e do meu irmão, mas o Pedro consegue compensar esse vazio com todo o amor e cuidado que tem comigo.

São a alma gémea um do outro?
PG –
Acredito mesmo que sim, que somos a alma gémea um do outro. Gostamos das mesmas coisas e de coisas simples e, acima de tudo, a companhia um do outro é sempre um prazer muito grande…
KB – É curioso, pois falámos nisso estes últimos dias. Somos tão parecidos que dizemos que nascemos um para o outro. Nunca senti um amor assim. Os nossos destinos estavam traçados.

Já pensam em aumentar a família?
KB –
Não temos esse compromisso de construir uma família para já, mas toda a mulher sonha com isso. Mas não planeio nada. Não planeava estar aqui e estou (risos).
PG – Vai acontecer de forma natural, mas não traçamos planos a longo prazo. Quero ser pai de novo, como é óbvio, e há sempre tempo de poder ter filhos. Como casal, nós temos vontade de tudo.

De casar também?
PG –
Também, mas tenho a noção de que as coisas vão acontecendo ao seu ritmo. Somos muito terra-a-terra.

Imaginam a vossa vida um sem o outro, ou a viver em locais diferentes?
PG –
Não, de todo! Quando temos de nos dividir por questões profissionais já é complicado. Estamos sempre a mandar mensagens e fotografias um ao outro. A Kelly é o meu prato favorito, o meu doce favorito, o meu tudo. Todos os dias dizemos um ao outro que estamos apaixonados…
KB – Não imagino mesmo. Se voltar para o Brasil, só se for com o Pedro, e aqui só com ele ao meu lado.

Texto: Cynthia Valente; Fotos: José Manuel Marques;
Produção: Zita Lopes; Maquilhagem e cabelos: Fátima Jardim

Siga a Revista VIP no Instagram