Carminho
Casamento com alma de fadista

Nacional

Carminho “deu o nó” com Diogo Clemente, com quem namorava
há cinco anos, numa cerimónia
discreta em Alfama

Sex, 27/09/2013 - 00:00

Canta o fado com alma e coração e foi de igual forma que Carminho, 28 anos, decidiu “dar o nó” com o namorado, Diogo Clemente, 28, com quem namorava há cinco anos. A cerimónia teve lugar este sábado, dia 21, onde não faltaram família e amigos para aplaudir a felicidade do casal.

O casamento aconteceu em Lisboa, na Igreja do Menino de Deus, no coração bairrista da capital, tendo como pano de fundo, de um lado, Alfama e, do outro, a encosta nascente da Colina do Castelo. Numa cerimónia muito simples, em que a noiva até optou por não ter flores a decorar a igreja, a fadista entrou de braço dado com o pai, Nuno Rebelo de Andrade, ao som da música A Barca dos Amantes, de Milton Nascimento. Esta marcha nupcial foi muito especial para a artista, já que foi interpretada pelos irmãos Francisco e Rodrigo.

“Estou muito feliz pela minha irmã. Cantámos, porque cantar faz parte de nós, da nossa família. É uma coisa que fazemos habitualmente nos casamentos”, explicou Francisco, que ficou conhecido pela sua participação no concurso Operação Triunfo, da RTP.

A cerimónia começou às 17.30 horas e, como não podia deixar de ser, foi pautada por muitos momentos musicais. Apesar de Carminho ter cantado o tema religioso Maravilhas, não se ouviu o fado durante a liturgia. O casamento estava marcado para as 17 horas. Como manda a tradição, a noiva atrasou-se meia hora. O noivo chegou faltavam 15 minutos para as 17 horas. Com um sorriso, lá foi cumprimentando os convidados que já estavam na igreja, mas optou por não fazer declarações à Imprensa.

O mesmo fez a noiva que, à saída, seguiu diretamente com o marido para a carrinha Volkswagen Multivan preta, sem se demorar com os parabéns dos familiares e amigos, nem aproveitar o cocktail que tinha sido instalado no Largo do Menino de Deus. A igreja escolhida pelos noivos tem a particularidade de ter sido edificada há 300 anos – em 1711 – pelo rei D. João V e de estar, normalmente, de portas fechadas. O local sagrado abre apenas para a celebração de missas ou para visitas guiadas.

É que quem vê a fachada da igreja não adivinha o interior barroco que conjuga mármore colorido com talha dourada, além das pinturas detalhadas que preenchem o teto. Uma imagem que fez deste um casamento para recordar para sempre.

Para sempre é o que se espera que dure esta união que teve mais de 300 convidados. Rodrigo Costa Félix, que conhece Carminho desde pequena, contou que acompanhou de perto a relação da amiga com Diogo Clemente e fez votos para os noivos: “Desejo-lhes muita coragem e uma grande dose extra de paciência, porque no casamento nem tudo são rosas. Conheço-os e sei que com esta união se juntam dois génios da música. É um casamento que tem tudo para dar certo.”

O fadista, que é casado com a guitarrista Marta Pereira da Costa, revelou ainda que este é um casal que se complementa: “O Diogo é muito paciente, muito calmo, de muito bem com a vida. A Carmo é muito mais fogo. Ela, com o aproximar da data do casamento, ficou mais stressada; ele esteve sempre muito mais calmo.”

O fadista Camané foi outro dos convidados e aproveitou também para desejar felicidades aos noivos. “Conheço-os desde miúdos, gosto muito deles e tive o privilégio de acompanhar de perto a relação deles. Desejo-lhes o melhor do mundo”, soltou.

Carminho e Diogo sempre primaram por ter uma relação discreta, mas o casal nunca escondeu que o casamento fazia parte dos planos, bem como fazer uma grande festa religiosa para toda a família e amigos. Recorde-se que a fadista e o produtor musical têm em comum a paixão pela música e pelo fado e, além do amor que os une, estão também juntos no trabalho. Diogo, além de guitarrista, foi o produtor do primeiro disco da agora mulher e acompanhou o seu lançamento na música. “

O Diogo sempre esteve a meu lado e é a pessoa que faz parte da minha sonoridade e do meu percurso artístico. Ele é o meu grande cúmplice. É muito bom partilhar as facetas pessoal e profissional com ele”, revelou a artista numa entrevista recente, por ocasião dos concertos nos coliseus, uma das raras vezes em que falou do então namorado. Por seu turno, o músico acrescentou, na mesma ocasião: “Foi uma noite muito emocionante. Acompanho a Carminho desde o princípio, criámos tudo juntos e fazermos um concerto como este é fabuloso. É uma raridade encontrarmos na vida alguém com quem temos uma cumplicidade muito grande, a nível artístico e pessoal. Tive a felicidade de encontrar isso e agradeço a Deus. Artisticamente, e apesar da nossa relação pessoal, temos muita cumplicidade, é especial e original.”

Agora, a relação atingiu um novo nível e, além de parceiros profissionais, são também parceiros para a vida.

Texto: Sónia Salgueiro Silva; Fotos: Helena Morais e Paula Alveno

Siga a Revista VIP no Instagram