Big Brother
Morte de Pedro Lima, assassinato de George Floyd e Covid-19 chocam concorrentes

Nacional

O Big Brother pôs os concorrentes a par das notícias da atualidade dos últimos três meses e deixou-os chocados e em lágrimas

Sáb, 01/08/2020 - 12:00

Choque e lágrimas. Foi assim que os concorrentes da casa mais vigiada do País reagiram a imagens que o Big Brother lhes mostrou esta sexta-feira, 31 de julho, e que resumiam os principais acontecimentos do Mundo dos últimos meses. A morte de Pedro Lima, os desenvolvimentos do caso de Madeleine McCann, a situação da pandemia de Covid-19, as manifestações contra o racismo e a morte de George Floyd,  o regresso de Cristina Ferreira à TVI e de Jorge Jesus ao Benfica ou o assassinato de Valentina foram alguns deles.

«Para o bem e para o mal, nos últimos três meses, o mundo cá fora não parou», avisou o Big Brother. Ana Catharina, Diogo, Iury, Noélia, Sandrina e Soraia não conseguiram esconder o impacto que as imagens tiveram. «Não estou com vontade de ir embora», disse Sandrina, assumindo ter medo de voltar à «vida real».

Já Diogo recordou o que tem dito ao longos destes meses: «Somos uns privilegiados. Nós, como o mundo está, temos a possibilidade de passar três meses da nossa vida distantes e com isolamento total... é um privilégio».

«Bolsonaro é um imbecil»

Ana Catharina ficou indignada com as mortes e os casos de Covid-19 no Brasil e nem o facto de o presidente Jair Bolsonaro ter estado infetado acalmou a vegana. «Bolsonaro é um imbecil, é um idiota. Fico sem reação», desabafou. Imaginei que a situação [no Brasil] estivesse ruim, mas imaginar e ver é diferente. Desejo muita força para quem está lá», acabou por reforçar.

Pode ver o momento aqui.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: TVI

 

Siga a Revista VIP no Instagram