Bernardina Brito
E a polémica com Quintino Aires: «Magoou-me muito. Chorei muito»

Nacional

Bernardina Brito comenta alguns dos episódios mais marcantes da sua vida, nomeadamente a polémica que envolveu Quintino Aires

Sex, 24/05/2019 - 22:30

Bernardina Brito foi entrevistada por Manuel Luís Goucha no programa A Tarde É Sua desta sexta-feira, dia 24 de maio. Entre gargalhadas, os momentos mais difíceis também tiveram lugar na conversa. Bernardina revelou que foi a Casa dos Segredos 4, em 2013, que lhe trouxe o pequeno Kévim, já que foi lá que conheceu o pai do filho, Tiago Ginga. «Eu amei aquele homem», confessa, referindo-se ao ex-namorado. 

O bebé que os portugueses viram, três anos depois, no confessionário d'A Quinta: O Desafio é agora um menino de quatro anos. «É uma criança muito agitada, fala muito alto e só ouve o que ele quer. Ainda no outro dia esteve cinco minutos a ver como fugia da minha beira para ir acordar a irmã», brinca. 

Foi após sair deste reality show que Bibi, como é carinhosamente tratada, conheceu Pedro Miguel Almeida, o atual companheiro. A ex-concorrente recorda os momentos difíceis por que passou nesta fase. 

«Estava a sofrer por causa daquela história com o Quintino Aires. Ele disse que eu não era uma boa mãe. A CPCJ (Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco) veio em cima de mim», recorda. 

Bernardina refere-se ao episódio ocorrido em 2016, num espaço de comentários ao reality show. Quintino Aires afirmou: «Espero que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens esteja também atenta a estas imagens porque é evidente que uma mulher que só se lembra do filho quando precisa de dinheiro também não é competente como mãe. Portanto, não vai poder ficar com o filho quando sair daqui».

«Chorei porque tive de me apresentar na CPCJ»

Bernardina Brito tinha discutido e ameaçado bater em Tiago Ginga dentro da casa, perante os País inteiro, e a polémica tomou grandes proporções. «Magoou-me muito. Nunca falei com ele [Quintino], mas uma vez cruzei-me com ele e tive vontade de falar com ele. Mas parece que foi Deus que caiu em mim e disse 'ignora'.»

Segura de que é uma boa mãe, Bibi acrescenta: «Acho que não vale a pena. Acho que a vida mostrou-lhe que afinal estava errado. Ele chegou a dizer  que o meu filho no confessionário não me olhou nos olhos, que ele não olhou nos olhos da mãe, olhou nos olhos do pai. Usou a expressão 'eu tenho a certeza que ela não ama o filho'. Como é que ele pode dizer sem me conhecer que eu não amo o meu filho?».

Durante um mês, Bernardina teve de provar que tinha todas as condições para ficar com Kévim. «Chorei porque tive de me apresentar na CPCJ, tive de abrir as portas da minha casa para verem as condições… Depois houve uma queixa anónima, derivada da minha exposição como mãe. Graças a Deus foi uma questão de um mês e o processo arquivou. O meu filho tinha as condições todas. Na altura, eu estava desempregada, mas fui para o programa para ajudar o meu filho, e graças a Deus o processo ficou arquivado», finaliza.

A vida em prol dos filhos

Durante a conversa com Manuel Luís Goucha, Bernardina Brito explica que é uma mãe babada de Kévim, de quatro anos, e Kyara, de 18 meses. Mas, por vezes, é «olhada de lado pela sociedade» por ter filhos de pais diferentes. 

Há três anos que Bibi partilha a vida com Pedro Miguel Almeida, barbeiro de profissão. A relação com Tiago Ginga está tranquila «graças a Deus» e as polémicas de que no passado foi protagonista deram lugar à paz. 

No que toca aos negócios, a ex-concorrente esclarece: «Tivemos a loja durante um ano, a loja de 1 euro. Entretanto a Kyara nasceu e passado um mês estava com uma pneumonia. Ou eu tinha de levar a menina para a loja ou visto que não era uma loja que dava propriamente lucro, então decidimos fechar».

«Passei a ser mãe a tempo inteiro e o Pedro continuou sempre a trabalhar como barbeiro. Fiquei com ela mais ou menos até aos cinco meses, foi quando apareceu a oportunidade de ir trabalhar com os meus sogros para a restauração», conta. 

Agora está novamente em casa. «Por causa da doença, porque não tinha muito tempo para os meus filhos e porque trabalhava por turnos. Decidi que queria passar mais tempo com os meus filhos e estou a trabalhar a partir de casa», finda. 

À questão «mais filhos?», Bibi responde com clareza «não!».

 

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução Instagram

 

Siga a Revista VIP no Instagram