Cláudia Vieira tem um novo visual, que foi apresentado num evento que decorreu esta semana no Speakeasy, em Lisboa. Foi neste bar que a atriz, de 36 anos, explicou os motivos da mudança. “Inicialmente esta mudança correspondeu à cor escolhida por mim e pela L´Oréal para esta campanha. Achei que era um tom luminoso e diferente. É a primeira vez que me sinto loura desde a raiz”, começa por dizer, explicando que o visual acabou por ser adotado por Beatriz Lacerda, a personagem a quem dá corpo na telenovela Mar Salgado, exibida na SIC. “A personagem gostou do tom e adotou-o. É uma mudança e é sempre bom mudar. Gosto de mudar sem perder a identidade. Esta mudança é aceitável. Sinto-me confortável”, esclareceu.

 

E será que a filha, Maria, de quatro anos, fruto da relação de dez anos com Pedro Teixeira, gostou do novo look da mãe? “A minha filha gostou e agora a minha cor de cabelo está muito mais parecida com a da Maria, o que é engraçado. Ela notou a mudança de imediato”, conta. Além de Maria, a Imprensa presente no evento quis saber se João Alves, apontado como novo namorado da atriz, também tinha gostado da mudança. “De uma forma geral, todos os portugueses adoraram”, brincou. Perante a insistência, Cláudia Vieira acabou por dizer, entre risos, que “toda a gente gostou muito”. 

 

Cláudia Vieira explicou ainda por que razão evita falar da sua vida sentimental, depois da separação de Pedro Teixeira. “Estive dez anos ao lado de uma pessoa e a nossa história foi totalmente pública. Não falar não é querer assumir ou desmentir algo; não falar é uma opção”, referiu. “Sou uma pessoa realizada. Sou uma pessoa feliz com a vida e vocês conhecem esse meu lado”, reforçou, sorridente.

O último ano da atriz foi pautado por algumas viagens, algo que soube muito bem à também apresentadora. “Foi um ano de pausa em projetos de televisão, algo que nunca tinha tido. Aproveitei para organizar a minha vida pessoal e para ter tempo para mim”, conta. Agora, é altura de gravar Mar Salgado, algo que irá fazer até maio e que representa um regresso à representação, pela primeira vez a meio de um projeto. “Está a saber muito bem. É bom integrar-me num projeto da casa e que é líder. É uma novela muito boa”, refere. Como não podia deixar de ser, a filha, Maria, tem uma presença vincada, até na representação. “Gosta deste meio. Já ensaia textos comigo”, concluiu. 

 

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Tito Calado

Siga a Revista VIP no Instagram