António Costa
PS vence as eleições legislativas

Nacional

O PS é o vencedor das eleições legislativas de 2019

Dom, 06/10/2019 - 23:30

O PS é o vencedor das eleições legislativas de 2019. O partido de António Costa contou com 36,66% dos votos e elegeu 100 deputados. No discurso após a vitória, o secretário-geral do PS agradeceu: «Assumimos com determinação, alegria e elevado sentido de responsabilidade. Vamos cumprir os compromissos que assumimos perante os portugueses».

Em segundo lugar ficou o PPD/PSD com 28% dos votos, elegendo 74 deputados. Bloco de Esquerda, PCP-PEV e CDS-PP elegeram 17, 10 e 5 deputados, respetivamente.

O PAN foi uma das surpresas da noite elegendo três deputados. 

O partido Iniciativa Liberal garantiu, pela primeira vez, um lugar na Assembleia da República, contando atualmente com 1,27 por cento dos votos. Continue a acompanhar aqui.

PAN diz que o grande objetivo está alcançado

A número dois da lista do PAN por Lisboa, Inês Sousa Real, afirmou, este domingo, dia 6 de outubro, que o grande objetivo do partido «está alcançado», com a eleição de mais do que um deputado e consequente possibilidade de criar um grupo parlamentar.

«O nosso grande objetivo está alcançado. O PAN será certamente capaz de alcançar um grupo parlamentar, duplicando assim a sua representação», afirmou a número dois da lista do PAN por Lisboa e porta-voz do partido para a noite eleitoral, Inês Sousa Real, que reagia às projeções das televisões sobre os resultados das legislativas. De acordo com as projeções hoje divulgadas pelas televisões RTP, TVI e SIC, o PAN pode eleger entre 2 e 6 deputados.

Assunção Cristas abandona a liderança do CDS

Assunção Cristas decidiu abandonar a liderança do CDS. «Agradeço a todos o apoio que nos deram. Mas perante este resultado eleitoral tomei a decisão de reunir o conselho nacional do partido para convocar um congresso antecipado. Entendo que dei o meu melhor, mas em face dos resultados tomei a decisão de não me candidatar.»

Numa rápida intervenção, Assunção Cristas felicitou o partido vencedor e desejou a António Costa «sucesso na condução dos destinos do país». A líder do CDS comunicou a decisão tomada em consequência dos maus resultados do partido que lidera há praticamente quatro anos.

Os portugueses foram, este domingo, dia 6 de outubro, chamados a eleger 230 deputados, divididos por 22 círculos (18 no Continente, dois nas regiões autónomas e círculos da emigração - Europa e Fora da Europa).

Acompanhe tudo no Portal de Notícias Impala.

Fotos: Reuters e Impala

Siga a Revista VIP no Instagram