Anneli Lauren
ANNELI LAUREN e MIGUEL ÁGUAS têm uma relação baseada na confiança

Famosos

"Quando fomos viver juntos ainda éramos 'crianças'"
De um namoro de adolescentes nasceu um grande amor. Anneli Lauren, 25 anos, manequim e administradora do Hotel Londres, no Estoril, vive uma relação de nove anos com Miguel Águas, 26 anos, manequim e estudante de Arquitectura. O casal conheceu-se no liceu e nunca mais se largou.

Sex, 12/02/2010 - 00:00

De um namoro de adolescentes nasceu um grande amor. Anneli Lauren, 25 anos, manequim e administradora do Hotel Londres, vive uma relação de nove anos com Miguel Águas, 26 anos, manequim e estudante de Arquitectura. O casal conheceu-se no liceu e nunca mais se largou.

VIP - Estão juntos há nove anos. Como é que se conheceram?
Anneli Lauren - Foi no liceu.
Miguel Águas - Nós morávamos no Algarve, em Portimão, antes de virmos para Lisboa.

Alguma vez pensaram que essa paixão de adolescentes pudesse ir tão longe?
AL - No início nunca sabemos o que esperar, mas acho que é uma situação um bocado rara. Não conheço assim tanta gente com a nossa idade que esteja junto há tanto tempo. Na altura tínhamos 16 e 17 anos.

Quando é que esse amor mais "inocente" ficou diferente?
AL - Eu, entretanto, vim para Lisboa, o Miguel veio a seguir e começámos a viver logo juntos. Quando fomos viver juntos ainda éramos 'crianças'. Aí notámos a diferença. No início vivíamos mais o dia-a-dia e agora não. Os planos também mudaram ao longo do tempo.

Na altura isso assustou-a? Mudar de cidade e começar a viver com uma pessoa?
AL - Mudar de cidade assustou-me mais do que ir viver com ele. Apesar de gostar muito do Algarve, para crescer profissionalmente não é um lugar muito propício a isso. Quando vim para Lisboa não conhecia absolutamente ninguém. Mais tarde, quando o Miguel veio, já conhecia algumas pessoas e foi reconfortante tê-lo ao pé de mim.

Além de namorados sentem que são companheiros para a vida?
AL - Sim, eu confio no Miguel para tudo.
MA - Além de namorados somos os melhores amigos e isso contribui para termos uma relação tão longa.

Ele é a pessoa em quem mais confia?
AL - Ele, o meu pai e a minha mãe. Mas confiava a minha vida a ele, sem dúvida alguma. Sei que independentemente do que me acontecesse poderia sempre contar com ele e isso é um sentimento muito forte, saber que essa pessoa está lá por nós incondicionalmente.

Vocês transparecem ser um casal bastante bem-disposto. Isso é importante para manter a harmonia enquanto casal?
AL - Acho que sim. Eu sou muito alegre e podermos rir com a outra pessoa é essencial, se não é monótono. Ao rir e ao brincar também estou a ser eu mesma. Se não puder ser com o parceiro, então não poderá ser com ninguém.

Ao fim de nove anos juntos pensam em casar?
MA - Estamos tão bem assim. Hoje em dia, a união de facto é tão vinculativa como o casamento. Nem pensamos nisso.

Nem a Anneli? Normalmente as mulheres é que sonham mais com o casamento...

AL - Já vesti muitos vestidos de noiva enquanto manequim, se fosse por causa de um vestido não era de certeza. Só se fosse pela festa. Mas não... os meus pais divorciaram-se muito cedo, no entanto, são os melhores amigos. Talvez por causa disso também não me pareça algo muito importante.

E ter filhos? Já sente instinto o maternal?

AL - Ainda não. Para já, não me sinto maternal, mas nunca se sabe.

E em relação ao Dia dos Namorados. Já sabem como vão celebrar?
AL - Nós evitamos comemorar o S. Valentim. É aquele dia em que toda a gente vai jantar fora e em que fazem questão de fazer alguma coisa. Acho muito pouco romântico estar num restaurante a jantar com mais 70 casais e a comprarem rosas.
MA - Preferimos comemorar o nosso aniversário de namoro.

Sobre as vossas profissões. A Anneli é administradora num hotel. Foi uma grande mudança na sua vida, para quem trabalhou durante tantos anos em moda?
AL - O hotel é do meu pai, mas sim, foi uma grande mudança. É também o sentimento de responsabilidade que eu nunca tinha tido. Agora, tenho uma profissão que exige dar muito de mim aos outros e eu não estava habituada, porque na moda desde que tomasse conta de mim tinha trabalho. Ninguém estava dependente de mim ou vice-versa. No hotel é diferente. Se eu falhar estou a mexer com a vida de várias pessoas. Mas é muito gratificante ter um trabalho que não passa só pelo aspecto físico.

E o Miguel? Continua a trabalhar como manequim de forma mais pontual porque a Arquitectura está em primeiro lugar?
MA - Sim, terminei o curso, estou só a fazer a tese de mestrado. Ainda não estou a trabalhar, mas é a minha paixão e espero nos próximos tempos começar a exercer a actividade.

Texto: Helena Magna Costa; Fotos: Paulo Lopes; Produção: Romão Correia; Cabelo e maquilhagem: Vanda Pimentel com produtos Maybelline e L'Oréal Professionnel; Agradecimentos: Hotel Londres - Estoril; Anna G; Venâncio; BCBG Maxazria - Lisboa; Sixty Store Almada; Accessorize; Aldo; UNE União Musical; Paola Robba na Poko Panno

Siga a Revista VIP no Instagram