Ana Leal
Jornalista deixa a TVI

Nacional

Um mês depois de ter sido suspensa de funções, a jornalista Ana Leal anuncia que está de saída da TVI.

Sex, 03/07/2020 - 17:17

«Vinte anos de TVI que chegaram ao fim.» Assim inicia Ana Leal o texto em que anuncia a sua saída da estação de Queluz de Baixo. Na mensagem, publicada esta sexta-feira no seu perfil de Facebook, a jornalista faz uma série de agradecimentos a profissionais com os quais trabalhos nos últimos anos.

Antes, Ana Leal escreve: «Moro num livro envelhecido pelo tempo. Hoje abri esse livro. As imagens sucedem-se. São a minha existência. O que vi. O que senti. O que ninguém poderá contar por mim. Nomes. Lugares. Pessoas. Rostos. Expressões. Montanhas. Vales. Cores. Cheiros. Medo. Esperança. Memórias. O que nunca me conseguirão tirar porque fui eu que escrevi essas linhas.»

«Hoje chorei. Amanhã será outro dia», acrescenta a profissional, que foi suspensa de funções em maio passado, na sequência de um inquérito interno instaurado pela TVI e de a jornalista ter sido alvo de um processo disciplinar. Em causa está o facto de Ana Leal ter revelado e-mails trocados com a Direção de Informação numa carta enviada ao Conselho de Redação da estação (uma história que a TV 7 Dias acompanhou a par e passo).

 

20 Anos de Tvi que chegaram ao fim. Moro num livro envelhecido pelo tempo. Hoje abri esse livro. As imagens...

Publicado por Ana Leal em Sexta-feira, 3 de julho de 2020

 

Pouco mais de um mês depois desta suspensão, Ana Leal e a TVI chegaram a acordo e a jornalista deixa Queluz de Baixo ao fim de 20 anos de ligação profissional, apurou a TV 7 Dias. «Chegámos a um acordo, com efeito desde o dia 30 de junho. Desejamos a Ana Leal as maiores felicidades a nível profissional», diz fonte oficial da estação.

«A todos quer agradecer a fase mais feliz da minha vida enquanto jornalista. Foram momentos de puro prazer e de dever cumprido. Durante o programa Ana Leal, emitimos cerca de cem reportagens de investigação que incomodaram poderes instalados e pessoas que se julgavam intocáveis. Voltaria a fazer tudo da mesma forma, com o orgulho de quem não verga a nenhum tipo de pressão», remata Ana Leal.

Texto: Dúlio Silva; Foto: Impala e D.R.

Siga a Revista VIP no Instagram