Rita Calçada Bastos
”Ainda há quem ache que a minha gravidez é fictícia”

Famosos

A atriz e Raul Ribeiro
estão a poucos dias
de assistirem à chegada
da filha, cujo nome
só revelam depois
do nascimento
da bebé

Sex, 05/09/2014 - 00:00

É com tranquilidade que Rita Calçada Bastos, de 38 anos, e Raul Ribeiro, de 35, esperam a chegada da filha, que nasce em setembro. Esta é a primeira experiência da atriz como mãe. Raul, porém, já tem duas filhas, Luísa e Teresa, fruto de uma anterior relação. O casal está junto há mais de um ano e prepara-se agora para viver um dos melhores momentos da vida a dois.

VIP – Como estão a viver esta fase da vossa vida? 
Rita Calçada Bastos – Estamos a viver de uma forma muito tranquila, felizmente. Consegui trabalhar até aos sete meses e meio. A TVI abraçou a minha gravidez, o que foi ótimo. Tem sido uma fase muito tranquila até porque tenho ao meu lado uma pessoa que já foi pai por duas vezes.

Mas a ansiedade não aumenta à medida que se aproxima a data do parto, que acontece já em setembro?
RCB –
Um pouco, porque a gravidez é uma grande transformação, mas tento viver o mais tranquila possível.

Imagino que tanto a Rita como o Raul estejam curiosos por ver o rosto da vossa filha
RCB –
Já sabemos que tem o nariz empinado, vimos pela ecografia.
Raul Ribeiro – Nisso sai à mãe (risos).

Raul, como é que as suas duas filhas estão a acompanhar a chegada da irmã?
RR –
Muito bem. Estão cheias de vontade de ver a mana. Estão a encarar esta fase muito bem.

É caso para dizer que o Raul vive no meio de mulheres. Como é que se sente no meio de uma família em que está em minoria?
RR –
É ótimo. Acho que o País e o Mundo deveriam ser entregues às mulheres. Elas conseguem sentir as coisas de uma forma que, por vezes, os homens não conseguem.
RCB – Nós, mulheres, somos mais racionais e temos aquilo que apelidamos de sexto sentido, a intuição.

Rita, tenciona voltar logo ao trabalho depois do nascimento da sua filha, ou pretende aproveitar para ficar o máximo de tempo possível com ela?
RCB –
Em janeiro estou pronta para voltar. Adoro aquilo que faço e realizo-me muito. Portanto, no início do ano já vou estar pronta para abraçar o próximo projeto.

Pode desvendar que projeto é esse?
RCB –
Há várias coisas em cima da mesa, mas não está nada fechado. É na área da representação, mas não posso avançar pormenores

A sua gravidez foi adaptada à sua personagem da novela Belmonte, da TVI. Sente que os portugueses acompanharam, de certa forma, a sua gravidez através da Ana Craft?
RCB –
Ainda há quem ache que a gravidez é fictícia! Foi engraçado ver a reação das pessoas quando fui à festa de verão da TVI, no Algarve. Muitas pessoas comentaram: ‘Ah, afinal está mesmo grávida!”. Foi bom sentir o carinho do público. Também tenho de agradecer a todo o elenco de Belmonte, à produção e à Plural pela forma como fui tratada. Infelizmente, não é muito comum os empregadores protegerem as mulheres neste estado. As crianças precisam de nascer e a população não pode envelhecer. Acho que devemos agradecer, todos os dias, aquilo que temos e eu agradeço muito ter estado neste projeto e a maneira como toda a entidade empregadora se comportou.

Quer ter mais filhos?
RCB –
Não sei, a minha preocupação era que ela tivesse irmãos porque isso, para mim, é muito importante. Felizmente, já tem duas irmãs muito queridas, de quem gosto muito, e tem primos. Também vai ter imensos amigos porque todas as minhas colegas estão grávidas ou já tiveram bebés. Acho que essa parte de estar sozinha no mundo não vai acontecer. Tem uma família que está desejosa que ela chegue.

Texto: Ricardina Batista; Fotos: José Manuel Marques; Produção: Nucha;
Cabelo e Maquilhagem: Ana Coelho com produtos Maybelline e L'Oréal Professional

Siga a Revista VIP no Instagram